Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Amazônia

Uso sustentável da madeira ganha laboratório moderno na Fucapi

Para afastar o título de ‘vilão’ da indústria madeireira, fundação constrói um espaço para desenvolver práticas sustentáveis e viabilizar soluções tecnológicas para uso da madeira



1.jpg Produtos de madeira certificada e com design tropical são desenvolvidos no novo laboratório da Fucapi
31/08/2013 às 12:36

Um dos mais modernos laboratórios de produção em madeira da região foi inaugurado ontem pela Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi).

O Laboratório de Produtos Florestais vai viabilizar soluções tecnológicas para o crescimento sustentável da atividade madeireira. Além disso, vai ampliar a atuação do Núcleo de Design da instituição no aspecto de capacidade produtiva para atender demandas crescentes.

Para a diretora-presidente da Fucapi, Isa Assef, a ideia também é transferir o conhecimento adquirido pelo núcleo por meio de parcerias com o curso de Design da fundação.

“Acima de tudo, eu acho que a grande importância é de que ele será um centro irradiador de novos conhecimentos, de novas práticas e vai melhorar a qualidade dos nossos produtos aqui na região. Agora nós temos uma infraestrutura da melhor qualidade”, declarou.

Ser apontado como um dos vilões do desmatamento é uma sina vivida pelo mercado madeireiro, principalmente na Amazônia. Mesmo assim, a madeira continua sendo uma matéria-prima essencial para algumas atividades, como a confecção de produtos madeireiros.

Exemplo disso são as peças produzidas pelo Laboratório de Produtos Florestais, que agregam beleza, design moderno e qualidade com madeiras certificadas. Luminárias, mesas de centro e outros itens de decoração são alguns dos produtos criados e produzidos no espaço.

O laboratório está vinculado ao projeto de Design Tropical desenvolvido pela Fucapi. “Hoje temos uma equipe de 15 pessoas, que está distribuída entre designers e a equipe de produção (marceneiros e artesãos)”, explicou o líder do projeto, Robervando Gonçalves, tecnólogo na indústria da madeira.

Os equipamentos do Laboratório são apropriados para confecção dos mais distintos produtos e atender aos mais diversificados clientes, completou Gonçalves.

O novo laboratório ocupa um espaço de mil metros quadrados da fundação, localizada na avenida Governador Danilo de Mattos Areosa, Distrito Industrial, Zona Sul.

O local abrange equipamentos capazes de serem utilizados nos mais diversos tipos de madeiras vindas de áreas de manejo florestal legalizadas  do Estado do Amazonas.

Mercado internacional

Com o novo Laboratório de Produtos Florestais, a tendência é que as peças produzidas ganhem cada vez mais espaço no mercado internacional. Atualmente alguns produtos chegam a ser vendidos para clientes na cidade de Los Angeles, no Estado da Califórnia, Estados Unidos.

Mas segundo a diretora-presidente da Fucapi, Isa Assef, as peças também têm boa aceitação na Europa. “Nos próximos dias nossa representante vai participar de uma feira em Paris. Isso quer dizer que estamos avançando para o mercado internacional”, disse.

De acordo com Robervando Gonçalves, responsável pelo projeto Design Tropical, a nova infraestrutura vai permitir a produção de peças em escala, o que amplia a oferta de produtos no mercado.

“Hoje temos um catálogo que oferece um ‘mix’ de produtos. Com essa nova estrutura, teremos uma área adaptada que vai permitir um aumento significativo na produção. Existe uma programação para que as peças sejam produzidas. No entanto, anteriormente se eram produzidas 25 peças por mês, a partir de hoje teremos condições de triplicar a produção e dependendo da demanda, da necessidade, o espaço oferece criar uma linha de produção”, acrescentou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.