Publicidade
Manaus Hoje
AÇÃO E REAÇÃO

Acusado de estuprar a filha, de apenas 7 meses, é espancado por vizinhos

A mãe da criança, uma manicure de 31 anos, disse para a delegada que flagrou o marido com as mãos dentro da fralda da criança, tocando nas partes íntimas da menina. 30/09/2016 às 19:12
Show img0017263514
Mãe deve retornar à delegacia na próxima semana para dar mais detalhes sobre o caso (Foto: Winnetou Almeida)
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Um autônomo de 26 anos, foi agredido por populares e está internado no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, após ter sido acusado de estuprar a própria filha, de apenas 7 meses. O fato ocorreu na madrugada de terça-feira (27), no em um beco do bairro São José, na Zona Leste. Nesta sexta-feira, a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Juliana Tuma, disse que um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

A mãe da criança, uma manicure de 31 anos, disse para a delegada que flagrou o marido com as mãos dentro da fralda da criança, tocando nas partes íntimas da menina.

Após isso, ela teria se armado com uma faca e começou a gritar para a vizinhança o que havia acontecido na residência da família. Foi quando populares perceberam e se sensibilizaram com o que aconteceu. De acordo com informações repassadas por uma comerciante, que pediu para não ter o nome revelado temendo represálias, o homem ficou bastante lesionado, principalmente na região da cabeça. 

Para a delegada, a mãe da criança contou que o homem estava fora de si. Ela revelou ainda para a autoridade policial que fez fotos da criança, e que as partes íntimas da vítima estravam avermelhadas. Ela já foi submetida a um exame no Instituto Médico Legal (IML), e a PC aguarda o resultado do laudo.

Tuma acrescentou que na próxima semana, a mãe retornará à delegacia para prestar novos esclarecimentos. 

Moradores da área disseram que o casal tinha outros três filhos, um deles com deficiência. “Ele era de casa pro trabalho, e também frequentava bastante a Igreja. Mas sabíamos que no passado ele tinha se envolvido com drogas”, contou a comerciante.

O caso continuará sob investigação e o homem está sob escolta da PM, que informou que o suspeito está bastante machucado.

 

Publicidade
Publicidade