Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Polícia prende mais um suspeito de matar a tiros duas mulheres em assalto em Manaus

Gilvan Lima Dias, o “Maninho”, agiu com ajuda de um comparsa que foi o autor dos disparos e também foi preso 13/03/2017 às 12:05 - Atualizado em 13/03/2017 às 12:42
Show  asl5691
Foto: Gilson Mello
Dani Brito

Gilvan Lima Dias, 25, o "Maninho", foi preso na última sexta-feira (10), em Manaus, apontado por participar do latrocínio do casal Josane Almeida da Silva e Ana Paula da Silva Pereira, ambas de 39 anos, mortas a tiros no dia 6 de fevereiro deste ano, no bairro Crespo, na Zona Sul da capital.

No dia do crime, Gilvan agiu com ajuda de um comparsa identificado como Felipe Xavier Oliveira, 18, que foi o autor dos disparos e já foi preso no dia 10 de fevereiro. De acordo com o delegado Juan Valério, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a dupla abordou as vítimas no momento que elas chegavam na casa. Josane e Ana Paula trabalhavam juntas.

Na foto ao lado, Felipe Xavier (Foto: Jander Robson)

Após luta corporal entre eles, Josane foi atingida com quatro tiros e morreu no local. Já a companheira dela, Ana Paula, foi alvejada com um tiro nas costas e morreu no hospital. Os assaltantes fugiram em uma motocicleta levando a bolsa de Josane. Durante a fuga, eles perderam a direção e colidiram com um poste na av. Borba, bairro Cachoeirinha, Zona Sul, mas conseguiram fugir.

Gilvan foi preso em cumprimento a mandado de prisão na residência onde morava, no bairro Mauazinho, na Zona Leste da capital. Ele foi indiciado por latrocínio e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (DEHS), onde ficará à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade