Publicidade
Manaus Hoje
INVESTIGAÇÃO

Acusados de roubar Corolla que pertencia ao MP-AM são presos com submetralhadora

Eles renderam policial que estava a serviço com o carro no último dia 2 de fevereiro. Armas e munições que estavam com o policial foram apreendidas 20/02/2017 às 10:37
Show whatsapp image 2017 02 20 at 10.21.55
A dupla foi indiciada por roubo majorado, corrupção de menores e associação criminosa (Foto: Jander Robson)
Dani Brito Manaus (AM)

Rusleyvan Queiroz da Silva, 22, o "Leyvan", e João Victor Rodrigues, 18, conhecido como "Neguinho", foram apresentados na manhã de hoje (20), acusados de terem participado do roubo de um veículo modelo Corolla, de cor preta, que pertencia ao Ministério Público do Estado ( MP- AM). O fato ocorreu no dia 2 de fevereiro deste ano, na avenida Sumaúma, no bairro Nova Cidade, zona Norte de Manaus. 

Na ocasião, um policial militar que estava no veículo foi abordado em uma esquina e, após ser rendido pelos bandidos, acabou tendo o carro roubado. Durante a ação, dois adolescentes, que já foram apreendidos, e uma mulher identificada como Roneize Simas de Melo, 27, também fizeram parte do roubo. Dentro do veículo tinham uma submetralhadora, três coletes balísticos e 150 cartuchos de munição . 40. O carro foi abandonado no dia 7 de fevereiro, na avenida Praia Do Futuro, no Tarumã.

De acordo com a polícia, "Leyvan" comanda o tráfico de drogas no Nova Cidade. Após a prisão dele, os policiais chegar até o local onde a arma, munições e coletes estavam escondidos. "Essa submetralhadora foi vendida para outro indivíduo, que está sendo investigado, pelo valor de R$14 mil. Estamos investigando se arma foi usada  alguma crime na cidade", destacou o delegado Pericles Nascimento, da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV).

A dupla foi indiciada por roubo majorado, corrupção de menores e associação criminosa. A mulher que também participou do crime continua sendo procurada.

Publicidade
Publicidade