Publicidade
Manaus Hoje
ZONA NORTE

Moradores do Cidade de Deus fazem protesto e acusam PMs de atirar em adolescente

Vizinhos acreditam que o garoto, de 14 anos, que estava no local para jogar bola, foi confundido com bandido; PM ainda não se posicionou sobre o caso 16/04/2018 às 21:27 - Atualizado em 16/04/2018 às 21:35
Show protesto
Revoltados, moradores da comunidade Nossa Senhora de Fátima fecharam uma rua em protesto contra policiais. Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Moradores da rua Santa Helena, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, realizaram uma manifestação na noite desta segunda-feira (16) em protesto contra uma ação de policiais militares da Força Tática que resultou em um adolescente de 14 anos baleado na cabeça.

De acordo com a vizinha  da vítima, Natália Souza, 29, o jovem e outros amigos  entraram em um terreno baldio, que dá acesso à casa de um amigo e que nesse momento um disparo foi efetuado.

Segundo a vizinha, o jovem iria chamar o colega para jogar futebol, mas os policiais chegaram ao terreno e atiraram em seguida. “Ele só foi chamar um amigo dele e os policiais entraram e deram um tiro, pegou na cabeça dele que alojou na testa”, disse a mulher.

Ainda segundo a vizinha, os próprios policiais socorreram o rapaz e o levaram para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste da capital.

De lá ele, foi encaminhado para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na mesma zona, onde passou por procedimento cirúrgico e segue internado.

Natália Souza informou que o adolescente foi confundido com um bandido. “Eles só estavam lá para jogar bola, toda tarde eles fazem isso”, comentou.

 Revolta

Ao anoitecer, os moradores atearam fogo em madeira velha e alguns até entraram em confronto com os policiais da Força Tática. Os militares tiveram que usar balas de borracha para conter os ânimos.

Em um vídeo publicado nas redes sociais é possível ver ao menos 40 pessoas realizando o protesto. Alguns dos moradores chegaram a jogar rojões na direção dos policiais, que em seguida revidaram com balas de borracha.

A reportagem  tentou obter mais informações sobre a ocorrência e ouvir a versão dos policiais da Força Tática, mas até a publicação desta matéria não obteve nenhuma resposta.

Por telefone, o tenente Dutra, supervisor de área da FT, disse que as informações referentes à ocorrência seriam repassadas pelo Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar. 

Hospitalizado

O adolescente de 14 anos foi encaminhado ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste, onde passou por procedimento cirúrgico e segue internado. O estado de saúde dele ainda não foi informado até a publicação desta matéria.

Publicidade
Publicidade