Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
ZONA LESTE

Adolescente de 15 anos é baleado durante assalto em frente à escola onde estuda

Policiais informaram que ex-aluno tentou roubar a mochila e o celular do estudante e, durante o confronto, o aluno foi baleado nas costas. A vítima estuda na Escola Municipal Prof. Maria do Socorro Azevedo de Oliveira



escola.JPG Foto: Reprodução/Internet
17/04/2017 às 18:20

Um estudante de 15 anos foi baleado na manhã desta segunda-feira (17), em frente à escola Municipal Professora Maria do Socorro Azevedo de Oliveira, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que o fato ocorreu após a saída dos alunos, por volta das 11h30, na frente da unidade.

De acordo com informações da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), testemunhas informaram que o autor do disparo foi um ex-aluno da unidade, de 14 anos. Os policiais informaram ainda que o menor tentou roubar a mochila e o celular do estudante e que, durante o confronto, o aluno foi baleado nas costas.



Aos pais, estudantes que testemunharam  o crime relataram que o fato ocorreu no terceiro andar da escola e que o menor já teria entrado com intuito de balear o outro adolescente. Segundo eles, a motivação do crime seria uma menina, mas não foi divulgado se ela é aluna da unidade.

A mãe de um estudante de 12 anos que cursa a 7ª série na unidade disse que o filho e os sobrinhos, que também são alunos da escola, estão com medo de voltar às aulas por causa da facilidade com que o atirador entrou na unidade.

“A escola está tentando esconder o que aconteceu porque foi falha na segurança. Quando nós pais vamos lá para falar com os nossos próprios filhos é uma burocracia para entrarmos, mas o menino foi lá para atirar no outro e entrou facilmente”, contou.

A mãe também disse que vai procurar a Semed para solicitar a transferência do filho porque o mesmo está com medo da falta de segurança na unidade e teme que outros casos parecidos possam ocorrer.

“Nossos filhos só têm nós mesmos para proteger porque a unidade não tem nada. Nem conseguiram impedir a entrada de um menino armado, imagina o medo dos estudantes agora para voltar no local. Meu filho não quer ir de jeito nenhum com medo de levar bala perdida”, contou.

O adolescente baleado foi encaminhado ao Hospital e Pronto Socorro Dr. Platão Araújo, na mesma zona, onde recebeu atendimento médico e foi liberado em seguida. O ferimento não foi grave e o jovem passa bem.  

A Semed informou ainda que a Divisão Distrital acompanhou o aluno e seus responsáveis e ofereceu atendimento com psicólogo e assistente social. Segundo a Semed, a Cicom da área se comprometeu em fazer ações em frente à escola nos horários de entrada e saída dos alunos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.