Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Adolescente é apreendida no interior do AM após matar 'rival' com facada em briga

Caso ocorreu em julho de 2016 quando jovem tinha apenas 15 anos. Adolescente ficará à disposição do Ministério Público do Estado (MPE) 11/06/2018 às 17:52
Show jovem
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida no município de Itapiranga (município distante 339 quilômetros de Manaus) após ter matado outra jovem com um golpe de faca. O caso ocorreu em Manaus em julho de 2016, quando a adolescente tinha apenas 15 anos.

De acordo com a Polícia Civil, o mandado de busca e apreensão foi cumprido na última sexta-feira (8). Conforme a delegada titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), Elizabeth de Paula, o crime aconteceu no dia 15 de julho de 2016, em um bar situado no bairro Cidade de Deus, Zona norte da capital.

A delegada informou que a jovem teria iniciado uma discussão com a vítima, identificada como Tatiane Valcace da Silva, que na época tinha 17 anos. Segundo testemunhas, elas travaram luta corporal e Tatiane acabou sendo atingida pela adversária com um golpe de faca.  

“Ao longo das diligências, comunicamos a situação à Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e, dessa forma, constatamos que a adolescente estava estudando em Itapiranga. No decorrer das investigações, também descobrimos que a menina havia confessado a autoria do homicídio para uma tia da vítima”, explicou a titular da Deaai.

Elizabeth de Paula relatou que diante da situação representou à Justiça o pedido de busca e apreensão em nome da adolescente de 17 anos. O documento foi expedido no dia 19 de abril deste ano, pelo juiz Mateus Guedes Rios, da Vara do Juizado da Infância e Juventude – Infracional.

“O fato da adolescente estar em Itapiranga nos fez entrar em contato com a equipe da 38ª DIP, que efetuou o cumprimento da ordem judicial”, informou a delegada. O fato ocorreu em via pública, por volta das 14h, na avenida Getúlio Vargas, naquele município, distante 227 quilômetros em linha reta da capital.

A adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio e ficará à disposição do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM).

Publicidade
Publicidade