Publicidade
Manaus Hoje
DESAVENÇA

Agricultor é preso por matar desavença em Novo Airão e enterrar corpo dentro de casa

Valdizar Magalhães, 43 confessou o crime, alegando que matou “Chico” após ser ameaçado por ele como uma peixeira 29/08/2018 às 15:56 - Atualizado em 29/08/2018 às 16:37
Show 31f633f8 57ba 4c96 bbbe a40e4dea25f1 e8bbd171 8948 44ff 9d0c 86be500cb64f
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O agricultor Valdizar Magalhães da Cruz, de 43 anos, foi preso acusado de matar com um tiro de espingarda na cabeça e enterrar no terreno da própria casa o corpo de Francisco Medeiros da Silva, o “Chico”, 34, num crime ocorrido no último dia 17 de julho, na comunidade de Apuaú, município de Novo Airão, a 115 quilômetros da capital.

Valdizar foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária e, segundo a Polícia Civil, foi localizado por policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) após semanas de investigações. De acordo com o delegado Jeff Mac Donald, titular da DEHS, o agricultor confessou o crime, alegando que matou “Chico” após ser ameaçado por ele como uma faca.

Conforme o delegado, Valdizar relatou que os dois discutiram em um bar na região e, durante a madrugada, a vítima foi até a casa de Valdizar e o ameaçou com uma faca peixeira. O suspeito afirmou que pegou uma espingarda e efetuou um disparo na cabeça da vítima.

Segundo investigações, em seguida, Valdizar enterrou o corpo da vítima no terreno da própria casa. “Ele vivia uma vida normal, mas conseguimos descobrir o que aconteceu e ele foi preso”, explicou o delegado Jeff Mac Donald. O homem foi autuado

Publicidade
Publicidade