Publicidade
Manaus Hoje
OPERAÇÃO

Apontado como principal narcotraficante de Canutama é preso com drogas em barco

Outros quatro infratores foram presos em embarcação no porto do município 06/11/2018 às 14:34
Show tabajara 2 0554fa21 8139 4194 b888 da418d9b9016
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Um homem apontado como o principal narcotraficante do município de Canutama (a 638 quilômetros de Manaus) e outros quatro infratores foram presos nessa segunda-feira (5) ao desembarcarem no porto do município.

A operação para desarticular o bando começou no domingo (4) pela 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). De acordo com o tenente Magnum Sullivan, comandante da 4ª CIPM, a prisão de Imisonio Pereira de Oliveira, vulgo ‘Choca’, de 27 anos, ocorreu após uma série de denúncias da população e investigações da equipe da 62ª Delegacia Interativa de Polícia Civil (DIP) de Canutama.

“Nós já sabíamos que ele tinha como prática ir para a zona rural, onde conseguia as drogas para distribuir na zona urbana do município e mesmo em outras localidades rurais”, afirmou o tenente.

Os policiais ficaram em alerta durante a noite de domingo e madrugada de segunda-feira, no Rio Mucuim, utilizado pelo grupo de ‘Choca’ para a logística do tráfico de entorpecentes. O narcotraficante só foi localizado por volta das 17h de segunda-feira, já na orla de Canutama. “Assim que soubemos dessa informação, fomos ao local e conseguimos prender o grupo em flagrante”, disse o comandante da 4ª CIPM.

Além de ‘Choca’, que já tem passagem pela polícia, em Lábrea, por tráfico e contrabando foram presos Orly da Silva Tueste, 18, Raimundo Antonio Costa de Andrade, 26, vulgo ‘Neném’, Edvan Bonfim Martins, 23, vulgo ‘Boia’, 23, e Elias Braga de Andrade, 34.

Contra ‘Choca’ também havia um mandado de busca e apreensão na casa dele autorizado pela juíza da Comarca de Canutama. O bando vai responder inquérito por tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico, posse ou porte de arma de fogo de uso permitido e crime ambiental.

Com o grupo, os policiais apreenderam 104,50 g de entorpecente supostamente maconha, 258,9 g de maconha tipo skunk e 137,5 g supostamente pedra de oxi. Também foram apreendidos uma balança de precisão, material utilizado para embalo de entorpecentes, duas espingardas calibre 20, sete cartuchos calibre 20 intactos e três cartuchos calibre 20 deflagrados.

Além disso, o bando também estava com sete peças de madeira tipo Louro Amarelo, 28 peças tipo Tento; 87 peças tipo Angelim, todas extraídas ilegalmente da reserva ambiental Balata Tufarí.

Publicidade
Publicidade