Publicidade
Manaus Hoje
Tentativa de homicídio

Após chamar conhecido de corno em grupo de WhatsApp, homem é baleado, na ZN

Edney da Silva Sales, 21, foi baleado por uma dupla em frente da casa da tia, no bairro João Paulo. Segundo familiares, os atiradores são do bairro e se chamam João Henrique e João Victor 08/06/2016 às 19:26 - Atualizado em 08/06/2016 às 19:51
Show plat o
Edney da Silva foi levado ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo / Foto: Arquivo AC
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Após um bate-boca em um grupo do aplicativo WhatsApp, o desempregado Edney da Silva Sales, 21, conhecido como “Ed”, foi baleado por uma dupla, na noite da última terça-feira (7), enquanto estava sentado em uma calçada, nas proximidades da casa da tia dele, que fica na rua São Mateus, bairro João Paulo, na Zona Norte de Manaus.

De acordo com familiares da vítima, que não quiseram se identificar, o mandante do crime já tinha se desentendido outras vezes com a vítima. A última vez foi no sábado (4) durante uma partida de futebol. No outro dia, durante conversa no WhatsApp, Edney chamou o homem de “corno”, querendo dizer que a namorada estava o traindo e ele respondeu a mensagem dizendo que iria acertar as contas com ele como homem. 

“O mandante deste crime apareceu por lá minutos antes de mandar os meninos matarem o ‘Ed’, ele o ameaçou, mas o Edney não acreditou. Minutos depois, os meninos chegaram dizendo: ‘Ei Ed, levanta aí’, e mostrou a arma”, disse uma prima da vítima.

Os familiares de Edney ressaltaram que os atiradores são do bairro e que se chamam João Henrique e João Victor. “Foi o Henrique (conhecido dele) que atirou. O Ed ainda tentou se esconder correndo para o quintal da tia, mas mesmo assim foi atingido”, relataram.

Edney foi socorrido e levado para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste. O caso foi registrado no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Publicidade
Publicidade