Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
Braço esquerdo

Artesã morre vítima de bala perdida em beco no bairro Raiz, em Manaus

Os autores dos disparos chegaram se identificando como policiais e dando voz de prisão a alguns jovens, que correram. A artesã vinha no sentido contrário



unnamed__1_.jpg A vítima foi atingida por uma bala no braço esquerdo e encaminhada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos devido à saúde já estar fragilizada (Foto: Jander Robson/Freelancer)
30/11/2016 às 14:20

A artesã Maria Antonia Ferreira Cordeiro, de 46 anos, morreu vítima de bala perdida na noite desta terça-feira (29) no beco Quatro, rua Ipiranga, bairro da Raiz, na Zona Sul de Manaus. A vítima foi atingida por uma bala no braço esquerdo e encaminhada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos devido à saúde já estar fragilizada.

De acordo com moradores do local, os autores dos disparos chegaram à rua se identificando como policiais e dando voz de prisão a alguns jovens que estavam em frente ao local. “Eles chegaram para prender os caras da rua e nesse momento os rapazes correram para dentro do beco. A Maria vinha subindo e acabou sendo atingida”, revelou uma moradora do local, que preferiu não se identificar.



Ainda conforme os moradores, apenas dois disparos foram efetuados, e um deles atingiu a artesã. Os moradores também descartaram a informação de que houve troca de tiros, afirmando que somente os assassinos de Maria Antônia estavam armados e atiraram. A vítima foi levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul, e morreu na unidade de saúde.

Depois do crime, os assassinos fugiram em um carro Volkswagen Saveiro de cor branca e placas desconhecidas. Até o momento, eles não foram identificados e nem presos pela polícia. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e seqüestros (DEHS).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.