Publicidade
Manaus Hoje
escapou do linchamento

Assaltante é agredido e quase morto após tentar roubar adolescente em Manaus

Rodrigo Huan é um velho conhecido da polícia. Dessa vez, a população não perdoou a ação violenta do homem, que deu um soco na vítima, e reagiu de forma emocionada 24/06/2016 às 22:53 - Atualizado em 25/06/2016 às 12:42
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Mais uma vez, um assaltante caiu nas mãos de populares e foi agredido em Manaus. Para eles, que estão cansados de tantos assaltos, foi "merecido". Rodrigo Huan Moraes Façanha, de 31 anos, foi o da vez. Ele se deu completamente mal ao tentar roubar e agredir uma adolescente de 15 anos, na manhã desta sexta-feira (24), rua Gurupi, bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste da capital.

Conforme informações dos populares, logo quando o suspeito foi apanhado pela vizinhança, ainda tentou fugir.

De acordo com a equipe de investigação do 17° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo estava em uma motocicleta de cor preta, praticando alguns assaltos pela área. A última tentativa dele foi uma adolescente que estava acompanhada da mãe, uma assistente social de 36 anos.

Segundo a equipe, o homem foi apresentado no DIP por policiais militares da 17° Companhia Interativa Comunitária (CICOM).

“Rodrigo tentou roubar a adolescente e desferiu um soco nela, que estava acompanhada pela mãe. Populares que viram o fato correram e agrediram Rodrigo, que teve muitos ferimentos na cabeça”, disse um investigador.

“Quando a galera menos esperou, a PM chegou. Ao realizar a detenção dele,  as vítimas reconheceram o suspeito que já estava dentro da viatura”, contou um morador que pediu para não ter o nome revelado.

Policiais Militares prenderam o suspeito em flagrante e o levaram até o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Redenção e depois encaminharam ele ao 17º (DIP).

Na delegacia, foi encontrado com ele seis celulares e uma moto. “Todo mundo ficou revoltado com o que aconteceu. Já estamos cansados dessa ousadia. Ele fez tudo isso em plena luz do dia sem medo de nada e nem ninguém”, disse um comerciante de 45 anos.

Outro morador que não quis se identificar, contou que em um momento em que populares estavam agredindo Rodrigo, ele dizia que não era da área.  “Perguntaram da onde que ele era, e ele respondeu que veio da Compensa para roubar aqui na Redenção”, declarou o homem.

Velho conhecido

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) que Rodrigo já tem passagem pela polícia pelo crime de roubo e de trânsito.

Ele foi autuado em flagrante pelo crime de roubo, e após o término dos procedimentos, foi encaminhado à cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da justiça pública.

Reação: emoção

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida, declarou que na maioria das vezes, populares agem por emoção de momento, e que aquilo não é certo para eles.

“Querendo ou não, esta postura não é correta. Eles se igualam agindo desta forma”, afirmou.

Publicidade
Publicidade