Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Assassino de advogada no Ceará é preso em loja de refrigeração no Cidade de Deus

Homem apontado como matador de aluguel vivia em Manaus, onde montou a loja em que foi preso. Ele também é acusado de outro homicídio em Macapá (AP) 15/03/2019 às 16:58 - Atualizado em 15/03/2019 às 17:01
Show whatsapp image 2019 03 15 at 15.38.36 1bd093a1 450c 4046 80a5 56e131eb5f4f
Foto: Jander Robson
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Procurado por homicídio de advogada em Fortaleza (CE), o foragido da Justiça Carlos Cley Rebouças Rocha, 39, foi preso, na manhã desta sexta-feira (15), em uma loja de refrigeração, na avenida Beija Flor, bairro Cidade de Deus, na Zona Leste de Manaus.

Carlos Cley é apontado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa do Ceará (DHPP-CE) como autor dos disparos que mataram a advogada Maria Danielle Ximenes, que na época do crime, em junho de 2012, tinha 52 anos.

De acordo com o delegado Rafael Guevara, titular do 8º Distrito Integrado de Polícia, Carlos foi localizado após investigações de agentes da DHPP-CE. O matador da advogada mantinha uma vida normal na capital amazonense e havia aberto uma loja de refrigeração.

Segundo o delegado adjunto, Fabiano Pignata, com as características do suspeito e levantamento de informações foi possível descobrir o endereço de Carlos, apontado como matador de aluguel. Ele disse à polícia que receberia R$ 5 mil pelo crime, mas que nunca recebeu.

O crime da advogada foi arquitetado por uma escrivã da Polícia Civil do Ceará, que foi presa na época do crime, mas atualmente responde em liberdade. Segundo o delegado Fabiano Pignata, a motivação do crime seria uma disputa judicial na qual a advogada defendia interesses do ex-marido da escrivã.

"A mandante do crime já havia perdido alguns processos por conta de uma separação com o ex-marido que envolvia divisão de bens, então para não perder mais, ela contratou o Carlos para matá-la", explicou o delegado. Com Carlos foram encontrados R$ 8 mil em espécie e 1 milhão em bolivares.

Além do dinheiro também foi encontrada uma pistola 380 cromada. Pignata informou que, além do homicídio da advogada, Carlos também era procurado por outro assassinato em Macapá. Contra ele possuía dois mandados de prisão e, por conta disso, ele passará por uma audiência de custódia em Manaus e depois será levado para Fortaleza.

Publicidade
Publicidade