Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
FORA DE RISCO

Bebê abandonada em telhado segue em estado clínico estável, informa maternidade

A recém-nascida está sendo tratada na Maternidade Alvorada para ganhar peso. A mãe dela foi presa em flagrante na terça-feira (26)



show_aweaweaw_E3F8DC95-7708-4472-95BF-94632A1BA3B3.jpg Foto: Arquivo/AC
29/05/2020 às 11:38

A bebê, de aproximadamente 37 semanas e do sexo feminino, jogada no telhado de uma casa localizada no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, mantém quadro clínico estável, segundo informado pela direção da Maternidade Alvorada, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

A mãe do bebê, Adriana Lima da Cunha, 23, foi presa em flagrante, na terça-feira (26), por aborto e homicídio tentados. Segundo a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), a jovem, após tentar aborto, deu à luz à bebê e a jogou no telhado da residência ao lado de onde ela morava, na rua Antônio Figueiredo, segunda etapa do bairro Alvorada.



De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Adriana, em um primeiro momento, negou que o bebê seria dela, mas depois confessou que tomou remédio para abortar a criança e, após dar à luz, jogou-a no telhado da casa vizinha por um basculante.

O bebê estava fora de risco, mas internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para ganhar peso, conforme a equipe de Assistência Social da Maternidade Alvorada

Segundo a defesa de Adriana, a jovem cometeu a ação por ter se encontrado em estado de vulnerabilidade causada por condições decorrentes da gestação, como depressão.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.