Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Casal confessa ter estrangulado taxista para roubar veículo na rodovia AM-010

Corpo da vítima foi achado em matagal no quilômetro 35 da rodovia AM-010 no dia 28 de fevereiro. Um terceiro suspeito do crime continua foragido 13/03/2018 às 17:49 - Atualizado em 13/03/2018 às 17:50
Show jander
Foto: Jander Robson/Freelancer
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O casal Alexandre Florêncio da Silva, 24, e Meirivane Martins de Oliveira, foi preso na madrugada dessa terça-feira (12) em Autazes, interior do Amazonas, por serem os autores da morte do taxista Márcio Luiz Macedo da Silva, 32. O corpo dele foi achado em um matagal no quilômetro 35 da rodovia AM-010, no dia 28 de fevereiro.

A dupla foi capturada por policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e, na abordagem, Alexandre tentou fugir e foi baleado na perna esquerda.

Além do casal, um terceiro suspeito identificado como Anderson Ferreira de Almeida, o "Chuck", de 24 anos, segue foragido.

Segundo o delegado titular, Adriano Félix, o crime se trata de latrocínio, pois o trio solicitou solicitou corrida e no caminho anunciou o assalto. Anderson portava a arma de fogo usada no dia do fato. Conforme Félix, os três tinham objetivo de roubar o carro, e dentro do veículo Alexandre decidiu matar o taxista.

Da vítima foram roubados R$ 200 em espécie, um tablet e o carro, que foi achado no início deste mês em Autazes.

Segundo o delegado, a dupla confessou o crime e foi indiciada por latrocínio, entretanto os mandados de prisões já foram solicitados e os dois devem ficar a disposição da Justiça.

Crime

O corpo do taxista Márcio Luiz Macedo da Silva, de 46 anos, foi encontrado na manhã doa dia 28 de fevereiro no ramal Água Branca, no Km 35 da rodovia AM-010, que liga Manaus à Itacoatiara.

De acordo com a perícia, a vítima estava com sinais de estrangulamento, com uma corda envolta ao pescoço e as mãos amarradas acima da cabeça.

Publicidade
Publicidade