Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2022
SEM SUSPEITOS

Casal é assassinado dentro de casa, na zona Leste, com tiros no rosto

Vizinhos escutaram tiros por volta das 3h da madrugada e corpos foram encontrados durante a manhã



6791F8D1-A287-43F6-A82E-5E85EC925C9A_28FE9D4F-BC94-43BF-9884-2E11328E2427.jpeg Foto: Arlesson Sicsu
08/12/2021 às 10:21

Diogo Araújo da Silva, 19 e a namorada Francisca Antonia Fausto da Silva, 28, conhecida como Chiquinha, foram mortos na madrugada desta quarta-feira (8), dentro de uma residência, na Rua Beco Buruti, bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste de Manaus.

De acordo com delegado Gerson Oliveira, do 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), os peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científico (DPTC) identificaram que Diogo foi atingido com seis disparos de arma de fogo e Francisca, com dez disparos, a maioria no rosto do casal. 



"Ainda estamos no início da investigação. Conversei com o pai da vítima (Diogo) e ele disse que o filho quando adolescente foi usuário de drogas, mas que tinha largado o vício e trabalhava meio período. Já Francisca recebemos a informação de que ela já teve um certo envolvimento com o mundo do crime, mas nada confirmado", disse.

O delegado ressaltou ainda que o trabalho de investigação será da Delegacia Especialziada em Homicídios e Sequstros (DEHS) e que em um primeiro momento, como ambos possuíam trabalho fixo, não há motivos aparentes para que o casal tivesse envolvimento com algo ilícito, mas nenhuma linha de investigação será descartada.

Família em luto

Roney Ribeiro, que é técnico em informática e pai do jovem assassinado, disse que recebeu um telefonema por volta de 5h50, quando vizinhos informaram sobre o crime.

"Já moramos aqui nessa rua e os vizinhos avisaram por ligação, que ouviram disparos por volta de 3h. Quando cheguei aqui, vi que se tratava de um homicídio. Os dois estavam fazendo planos, ainda mais ele, que tinha sonhos grandes. O processo da natureza está se invertendo, os pais estão tendo que enterrar os filhos", comentou.

Ainda segundo o pai, a casa onde o crime aconteceu pertence a Francisca Antônia, mas já não era mais ocupada, pois a enteada estava morando com eles, no bairro Jorge Teixeira, para que ela tivesse mais facilidade para ir ao trabalho.

"Ela trabalhava como babá na área da Ponta Negra. Eles tinham combinado de se encontrar ontem a tarde no T5, para irem até essa casa, pois fazia um tempo que a Francisca não ia verificar o estado da residência", explicou.

O pai do Diogo afirmou que o casal não iria dormir no local, mas por algum motivo que ele não sabe, decidiram passar a noite. "Ele me ligou e disse que iriam dormir na casa, pois já estava tarde", completou.

Diogo, segundo o pai, trabalhava na Associação de Pessoas com Deficiência do Amazonas (Adefa). O casal estava junto há cerca de oito meses e a mulher deixou dois filhos, de 13 e 7 anos, do seu antigo relacionamento. 

Após o trabalho da perícia no local, os corpos das vítimas foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML).

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.