Publicidade
Manaus Hoje
POR DÍVIDA

Casal é preso apontado como autor de quádruplo homicídio na AM-010

“Zinha” e Junior foram capturados por tráfico de drogas, mas depois foi constatado que ambos tinham mandado de prisão pelos assassinatos 26/07/2017 às 11:45
Show 9ca327b4 d1a8 4980 a0a0 acf5a8062ade
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

Apontados como participantes de um quádruplo homicídio ocorrido em outubro de 2016 no ramal do Mutchaco no Km 45 da rodovia AM-010, Alzione Santos de Souza, 35, a “Zinha”, e Junior Lopes Feitosa, 19, acabaram presos ontem, terça-feira (26), pela Polícia Civil, também na AM-010, mas no ramal do Leão.

Os dois foram capturados após policiais do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP) receberem denúncias de tráfico de drogas envolvendo o casal, e que ambos aterrorizavam uma comunidade no ramal do Leão. No momento da prisão, Alzione e Junior estavam em posse de 40 trouxinhas de maconha, duas porções de cocaína, além de cinco tabletes grandes de maconha.

Entretanto, ao serem levados para a delegacia, foi constatado que ambos tinham mandado de prisão em aberto pela autoria do homicídio quádruplo que vitimou Risa Pereira Lisboa, 16; Wiliane Wislane Barbosa Guimarães, 19; Wilkinson Winslow Barbosa Guimarães, 22; e Emerson Ferreira Torres, 23.

Conforme o delegado Torquato Mozer, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o alvo do homicídio era apenas Emerson, porém, os outros três acabaram sendo mortos por estarem no local. A motivação dos assassinatos seria uma dívida que Emerson tinha com Junior.

O casal foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e também deverão passar por audiência de custódia ainda na tarde desta quarta-feira (26). Como existia mandado de prisão temporária contra ambos, o delegado Mozer informou que representará a conversão para prisão preventiva.

Publicidade
Publicidade