Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
Na Zona Oeste

Casal é preso na Ponta Negra apontado como grande abastecedor de drogas do Norte

As prisões de Thiago Monteiro e Stheffany Barbosa ocorreram em um condomínio de luxo. Segundo delegado, Thiago é diferente dos demais traficantes porque possui "visão administrativa"



presos_6631AF79-FC24-4F67-AAA0-B6081116D663.JPG Foto: Reprodução / Internet
04/06/2020 às 18:51

O traficante de drogas Thiago Monteiro da Silva, o 'Thiago Mineiro', de 35 anos, e a companheira dele, identificada como Stheffany Barbosa Vasconcelos, de 27, foram presos durante cumprimento de mandado de prisão temporária nessa quarta-feira (3), após serem apontados pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) como um dos maiores abastecedores de drogas da região Norte.

As prisões de Thiago e Stheffany ocorreram em um condomínio de luxo, no bairro Ponta Negra, Zona Oeste da capital, e em uma embarcação do Porto de Manaus, onde a mulher trabalhava. A Polícia Civil apreendeu objetos de valor, como joias e dois carros, além da quantia de R$10 mil.



Segundo o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, o casal já vinha sendo investigado desde 2015, quando foi apontado na operação 'La Muralha', onde Thiago, sendo dono da embarcação, efetuava o transporte de drogas e dinheiro entre Manaus e o município de Jutaí (distante 751 quilômetros da capital), e Stheffany era responsável por toda a parte administrativa do esquema criminoso.

Com as investigações em curso, os policiais identificaram, também, vários imóveis em Manaus e Fortaleza (Ceará) registrados em nome da mulher. Ao ser indagada pela PC, Stheffany relatou que recebia salário equivalente a R$ 7 mil, referente ao trabalho ao cargo de gerente da embarcação, no entanto, conforme o delegado, "há inconsistência em relação ao patrimônio que ela possui". Além disso, valores de R$ 6 mil, referentes ao aluguel da casa onde ela morava, e R$ 700 mil de um apartamento comprado recentemente em Fortaleza, também foram apurados pela polícia.

"Além de ter contrato com outros traficantes de outros Estados e outros países, ele era responsável por abastecer todo o Amazonas, Estados do Nordeste e do Sul com a droga que vinha da Colômbia e do Peru. Além do tráfico de drogas, Thiago é responsável por toda a lavagem de dinheiro da organização criminosa", esclareceu o delegado.

Allemand afirmou, ainda, que o traficante é considerado um dos mais importantes do tráfico e tem oerfil diferenciado dos outros traficantes investigados porque possui visão administrativa dos negócios.

"Ele possui bens no Amazonas e no Nordeste, além de imóveis, hoteis e pousadas. Ele tem bastante dinheiro", relatou o diretor do Departamento, complementando que outros seis mandados também foram cumpridos.

News fe58c969 f689 427d bdc3 fb9389c2f509 adee0aa5 fa35 42f7 850c 32125f8d473c
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.