Publicidade
Manaus Hoje
MISSÃO CUMPRIDA

Homem é preso por tráfico de drogas e confessa homicídio em depoimento, diz PC

Vander Bentes confessou participação no homicídio de Andrew do Nascimento da Silva, que era conhecido como “Galo Cego”. Crime aconteceu na noite do dia 9 de junho deste ano 18/07/2018 às 18:57
Show whatsapp image 2018 07 18 at 18.43.01
(Divulgação/ Assessoria da Polícia Civil)
acritica.com Manaus

Vander Guilherme Vilhena Bentes, de 19 anos, conhecido como “Moicano”, foi preso nesta terça-feira, em flagrante, por tráfico de drogas. A polícia cumpria um mandado de prisão preventiva por homicídio em nome do infrator quando fez o flagrante, segundo o delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O infrator foi preso por volta das 16h, em uma casa situada no beco Maranata, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. “Recebemos uma delação anônima, informando a localização de Vander. Conforme o denunciante, o jovem estaria comercializando drogas. Imediatamente nos deslocamos até o endereço indicado e prendemos Vander em posse de três porções de cocaína e R$ 115, oriundos da prática ilícita”, explicou.

De acordo com a autoridade policial, na delegacia, durante depoimento, Vander confessou participação no homicídio de Andrew do Nascimento da Silva, que era conhecido como “Galo Cego”. O crime aconteceu na noite do dia 9 de junho deste ano, por volta das 22h, em via pública, na rua Álvaro Bandeira de Melo, bairro Petrópolis. A vítima tinha 21 anos. Na ocasião, Vander estava em um bar junto com um comparsa, que está sendo procurado pela polícia, quando decidiu colocar em prática a execução de Andrew. 

“No momento em que “Galo Cego” deixou o estabelecimento, Vander e o comparsa o seguiram até uma árvore próxima ao bar e efetuaram disparos de arma de fogo em direção à cabeça de Andrew, que foi a óbito no local. Testemunhas relataram que viram Vander com a arma de fogo em mãos ao empreender fuga do lugar. Durante interrogatório eu questionei isso e ele acabou confessando envolvimento no homicídio, motivado por acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas. Em razão disso, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva por homicídio em nome dele”, declarou o delegado.   

Conforme o delegado titular da DEHS, a ordem judicial foi expedida no dia 17 de julho deste ano, pela juíza Anagali Marcon Bertazzo, no Plantão Criminal. Vander Guilherme foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. O jovem também foi indiciado por homicídio. Após os procedimentos cabíveis, será conduzido ao Centro de Recebimento e Triagem (CRT), do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal

Publicidade
Publicidade