Segunda-feira, 17 de Maio de 2021
Medida

Com MP favorável, juiz decide retirar tornozeleira de Alejandro Valeiko

Alejandro Valeiko e a irmã dele, Paola Valeiko, respondem pelo envolvimento no assassinto do engenheiro Flávio Rodrigues, encontrado morto após uma festa na casa do filho da ex-primeira dama de Manaus, Elisabeth Valeiko



show_alejandro_xxxxxxxxx_40C31246-ADA6-4DC1-A353-A11E6FFAE00A.jpg Foto: Divulgação
22/04/2021 às 18:13

Após a defesa de Alejandro Molina Valeiko pedir a revogação do uso da tornozeleira eletrônica do acusado, o juiz George Hamilton Lins Barroso, da 1º Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, acatou o pedido  feito pelo Ministério Público, que também foi favorável. As outras medidas cautelares foram mantidas, como a manutenção da prisão domiciliar.

O Juízo entende que o monitoramento eletrônico não é mais necessário, se mostrando inconveniente e inoportuno.

“O acusado Alejandro Molina Valeiko encontra-se validamente citado da imputação que lhe é feita, como pode se ver à fl. 2859, tendo constituído Defesa particular nos autos. Para além disso, a Defesa já apresentou a Resposta à Acusação, consoante fls. 5703/5744. Ademais, não consta dos autos informação sobre qualquer comportamento ou ato do acusado que prejudique ou inviabilize a tramitação processual” disse o magistrado.

Alejandro Valeiko e a irmã dele, Paola Valeiko, respondem pelo envolvimento no assassinto do engenheiro Flávio Rodrigues, encontrado morto após uma festa na casa do filho da ex-primeira dama de Manaus, Elisabeth Valeiko.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.