Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
ABUSO SEXUAL

Comandante de barco é preso suspeito de estuprar neta da companheira

Os abusos ocorriam, segundo a menina, desde os cinco anos de idade. A avó teria sido alertada sobre os estupros, mas não acreditou na história da criança



WhatsApp_Image_2020-01-23_at_11.38.20_97C196DF-A388-4092-96B1-CEED0DCDE932.jpeg Delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA). Foto: Marcos Lima
23/01/2020 às 13:04

Um comandante de barco de 50 anos foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva na manhã desta quinta-feira (23), suspeito de cometer abusos sexuais contra uma adolescente de 13 anos, neta da própria companheira dele. Os estupros aconteciam nas dependências de uma embarcação, desde os cinco anos de idade da vítima. 

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), delegada de Polícia Civil Joyce Coelho, o homem passou a ser investigado em setembro do ano passado, quando a mãe da adolescente formalizou a denúncia na unidade policial.



Na ocasião, a vítima relatou à mãe que era estuprada desde os cinco anos de idade. Aos nove, chegou a contar o ocorrido para a avó, que não deu crédito à palavra da criança, conforme explicou Joyce Coelho.

"Nesse caso, a criança relata que, desde os cinco anos, vinha sendo abusada sexualmente pelo suspeito. Aos nove anos chegou a relatar à avó que, segundo ela, não teria acreditado na sua palavra, e só aos treze anos contou para a mãe, que resolveu formalizar a denúncia", declarou a titular da Depca.

Ainda conforme a polícia, os crimes sexuais aconteciam durante os momentos de lazer, quando a vítima ficava no quarto da embarcação, sozinha, e o suspeito chegava e cometia os abusos.

A menina desabafou ao dizer que os abusos se repetiam por várias vezes, até o momento em que ela manifestou, aos doze anos, que não queria mais morar com a família, no entanto, após uma visita em casa, o abuso ocorreu novamente.

"Considerando essa proximidade e a possibilidade de ela ser, novamente, vítima de abuso, representamos pela prisão preventiva dele como medida cautelar e até de proteção para essa criança. Nós iremos finalizar o inquérito também ouvindo essa avó, para apurar a responsabilidade dela. Naquele momento, ela era responsável pela neta, então essa responsabilidade poderá atingi-la com o mesmo crime do autor", enfatizou a autoridade policial.

O acusado foi encaminhado à Depca onde deverá passar por audiência de custódia. Em seguida, ele continuará encarcerado em unidade policial à disposição da Justiça.


Mais de Acritica.com

20 Fev
WhatsApp_Image_2020-02-20_at_10.28.33_4AA06F86-13D9-4DFA-B021-B55C4DB3CD24.jpeg

Empreendedores aderem ao 'Food Bike’ para driblar a crise financeira

20/02/2020 às 10:38

“Tínhamos outro negócio, encomendávamos doces, e as pessoas de última hora, nos deixavam na mão, foi aí que comecei a aprender a fazer doces, brigadeiros, e como o investimento em bike food é relativamente barato, preferimos este modelo a uma loja física”, explica Sátya Ardaia


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.