Sábado, 22 de Janeiro de 2022
Tiros

Corpo de Bombeiros se manifesta sobre o caso de disparo de arma de fogo em boteco

Corporação não confirma que o atirador é militar dos Bombeiros, mas o gerente do estabelecimento afirma que é Ronaldo Betany



cabo_Ronaldo_CB997434-6FCA-4042-9907-A4FFCFE852D2.jpg
10/10/2021 às 11:40

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) enviou uma nota para falar sobre o caso do cabo Ronaldo Betany, que efetuou disparos de arma de fogo em um boteco na Zona Centro-Sul na noite de ontem (09).  

Apesar de não confirmar que foi um militar da corporação quem atirou para o alto, o Corpo de Bombeiros disse que “as medidas serão tomadas em relação ao suposto caso” e que “encaminhará as informações para que a ocorrência seja apurada pela Corregedoria de Segurança Pública observando os princípios do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa”.

O CBMAM ressaltou,  ainda,  que “não compactua e nem tão pouco aprova a conduta adotada por parte do militar”. A equipe de reportagem contatou o órgão para confirmar a identidade do militar e também para verificar se ele foi preso, mas aguarda retorno.

Imagens de segurança

Em vídeo gravado pelas câmeras de segurança do local, é possível visualizar o momento em que os membros de uma banda presentes no boteco correm do atirador. Ele entra no local atirando para cima. “O meu cartão, porra, eu quero o meu cartão azul”, são as palavras exclamadas pelo homem.

Questionado a respeito, o gerente do boteco, Alcides Júnior, informou que o cartão de crédito questionado pelo atirador estava o tempo inteiro em posse do militar.

O vídeo mostra o momento em que o agressor golpeia um dos membros da banda que tocava no local. Todos os artistas conseguiram fugir pela saída lateral do palco.

Em determinado momento, o homem que estava acompanhando Ronaldo entra em luta corporal com ele, tentando impedi-lo de continuar a disparar. “Para!”, grita o amigo do bombeiro, enquanto tenta segurar o atirador pelos braços. Ronaldo, entretanto, consegue se livrar da imobilização do colega e continua a atirar para cima.

O vídeo termina com Ronaldo entrando em um cômodo do local e repetindo a pergunta: “Cadê meu cartão”?

Confira o vídeo



News 6bf8d194 12ee 4a6c 8ab8 29658d0c6750 e69fe602 b00d 41db b967 4526a2cde395
Repórter de A Crítica
Jornalista graduado no Centro Universitário do Norte (UniNorte), que busca trazer um pouco de storytelling a todos os aspectos da vida, principalmente aos textos que levam sua assinatura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.