Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Crianças encontram corpo enterrado em quintal de casa no bairro Novo Israel

Segundo a polícia, o cadáver estava em estado de decomposição. As crianças brincavam no quintal quando sentiram um forte odor 01/10/2017 às 16:54 - Atualizado em 01/10/2017 às 19:21
Show corpo
Corpo foi achado em cova em quintal de residência (Foto: Márcio Silva)
Danilo Alves Manaus (AM)

Depois de sentir um forte odor, crianças que brincavam no quintal de uma casa na rua União, bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus, encontraram o corpo de um homem não identificado, entre 25 e 30 anos, enterrado em uma cova rasa.

Segundo informações do auxiliar de construção Adir dos Santos Pereira, 55, ele é responsável de realizar a manutenção do local, que permanece sem ninguém, durante a semana. Enquanto arrumava a casa, por volta das 12h30 deste domingo (1º), os netos foram chamar o avô para contar o que encontraram.

“Eles queriam tirar as mangas que haviam na árvore. Um deles tentou usar uma ferramenta que estava no quintal para ajudar, quando sentiu o cheiro. Eles cutucaram e depois se assustaram ao ver parte de uma perna”, explicou.

De acordo com Adir, a casa também foi furtada durante a madrugada. "Os suspeitos entraram pela janela e levaram diversos objetos de valor”, informou.

Conforme a equipe de perícia do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o corpo estava em fase de descomposição. Algumas partes estavam com ossos expostos, inclusive a cabeça da vítima. O corpo foi retirado por volta das 14h.

Primeiras investigações

A motivação do crime ainda é um mistério para a Policia Civil (PC), porém a equipe de investigação do 15º Distrito Integrado de Policia (DIP), descobriu que o principal suspeito é o irmão da namorada da vítima. Nenhum deles foi identificado.

Moradores do bairro informaram a polícia que a vítima morava em outra rua e tinha uma namorada. Ele foi visto pela última vez no dia 24 de setembro. O irmão da mulher não gostava do relacionamento. Na última semana, o suspeito e a irmã foram vistos em uma estância ao lado de onde o corpo foi encontrado. Durante a tarde de domingo, o local estava sem ninguém.

O 15º DIP deve repassar as informações para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que deve investigar o caso.

Publicidade
Publicidade