Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
ESTÁ INTERNADA EM MANAUS

Crime em Coari: Menina de cinco anos é atingida por tiros e corre risco de morrer

A criança estava voltando para casa com o pai e o tio em uma motocicleta quando os três foram surpreendidos pelos atiradores. Polícia atribui atentado à disputa pelo tráfico de drogas



IMG0017277087.JPG Criança está internada no SPA da Zona Sul. Foto: Winnetou Almeida
05/06/2016 às 20:39

A menina Lorrainy Costa, de 5 cinco anos, o pai dela identificado como “Oséias” e o tio “Malaquias” foram feridos a bala depois de serem interceptados por um grupo de traficantes, quando voltavam para casa, no bairro de Siganópolis, no município de Coari (363 quilômetros de Manaus), no sábado (4).

A menina foi atingida com quatro tiros no abdome e foi transferida para Manaus e corre risco de morte. O tio levou sete tiros e está ao Hospital Regional de Coari (HRC) Doutor Odair Carlos Geraldo, onde foi submetido a uma cirurgia no fim da tarde deste domingo (5).

De acordo com a enfermeira e diretora do hospital de Coari, Zudimarina Soares Castro, os tiros atingiram a criança no abdome e acertou o fígado, o rim e ainda teve uma fratura de ossos. A menina foi trazida para Manaus em uma Unidade de Terapia Intensiva Móvel (UTI). Ela chegou à capital por volta das 15h de deste domingo acompanhada de uma tia e médicos especialistas. A transferência foi necessária porque o hospital de Coari não UTI e também porque ela precisa passar por uma avaliação de um cirurgião pediatra.

Ela foi levada para o Serviço de Pronto Atendimento da Zona Sul. Até o início da noite, a criança estava sendo avaliada e preparada para passar por cirurgia. “A gente precisa orar muito para que ela saia dessa porque o caso é grave”, disse Zudimarina. Uma tia que a acompanhava preferiu não falar sobre o estado de saúde de Lorrainy. “Ainda estamos aguardando o resultado da avaliação do medido”, disse.

Circunstâncias

Familiares das vítimas contaram que o crime aconteceu por volta das 20h30 de sábado e que Lorrainy estava voltando para casa com o pai e o tio em uma motocicleta que estava sendo dirigida por Malaquias e na garupa estava o pai. A menina estava entre os dois. O ataque foi frontal e os três caíram junto com motocicleta. Oséias caiu de um lado, enquanto Malaquias e a sobrinha caíram para o outro lado um perto do outro. Os atiradores se aproximaram deles e continuaram atirando.

De acordo com eles, o alvo dos disparos era Malaquias que é um criminoso envolvido com tráfico de droga e que já vinha recebendo ameaças de morte por conta de disputa de local de boca de fumo.

Os familiares preferiram não falar os nomes dos suspeitos, dizendo que a violência em Coari está sem controle. A tarde, em frente ao hospital onde Malaquias estava sendo operado, havia pessoas prometendo vingança por conta co que aconteceu com Lorrainy.

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Coari, capitão Navarro, a polícia foi acionada, mas quando chegou ao local não havia mais ninguém. Navarro disse que a polícia não tinha o nome dos acusados e que o caso será repassado para investigado pela Polícia Civil. Ele confirmou que a motivação do crime é mesmo disputa pelo tráfico de droga.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.