CRIME

Delegado nega prisão de envolvido na morte de soldado da Rocam

O delegado Paulo Martins afirmou que as informações que circulam em grupos de mensagens por aplicativo não procedem e que a polícia segue investigando o caso

Jan Nogueira
15/08/2020 às 21:48.
Atualizado em 10/03/2022 às 06:07

((Foto: Divulgação))

O titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Paulo Martins, afirmou à reportagem de A Crítica na tarde deste sábado (15), que não procedem as informações sobre as supostas apresentação e prisão de um dos suspeitos da morte do soldado Fábio Marcelo do Nascimento, de 38 anos, que foi executado a tiros durante a noite de ontem (14), na avenida Leopoldo Péres, bairro Educandos - zona Sul de Manaus.

Martins deu a declaração para cessar as especulações após a divulgação em grupos de aplicativo de mensagem, de que um suposto traficante identificado apenas como Ruan Alves, teria sido o mandante do homicídio e que estava se "entregando", na presença de um advogado, à sede da Especializada.

"Foi apresentado um indivíduo, mas não tem nada a ver com o crime", declarou o titular. A Polícia Civil continua as buscas pelo paradeiro dos criminosos, que seguem sem identificação.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por