Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Detento do regime semiaberto é preso por matar marítimo durante assalto no Centro

A vítima saía de um bar na rua Lobo D’Almada, onde comemorava com amigos o pagamento do salário, quando foi abordado em via pública e esfaqueado 22/02/2019 às 14:46 - Atualizado em 22/02/2019 às 14:46
Show 942ed577 9918 4f0f 95fd 1ac707335f3a c2cc4a2e 330c 4f40 a286 f3b1fc15be48
Foto: Divulgação/Erlon Rodrigues
Márcia Monteiro

O detento do regime semiaberto Paulo Kevson Gonçalves Damasceno, de 25 anos, foi preso pela Polícia Civil do Amazonas apontado como autor do latrocínio que vitimou fatalmente o marítimo Silas de Jesus da Silva, 32, assassinado a facadas durante um assalto na manhã de ontem (21) na avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus.

O delegado Guilherme Torres, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), explicou que as investigações começaram assim que a polícia soube do assassinato de Silas, que saía de uma casa de shows na rua Lobo D'Almada com um amigo, identificado como Diego, em direção ao porto de Manaus, onde trabalhava, quando foi assaltado e abordado por Paulo Kevson.

Segundo o delegado, Silas e um amigo de trabalho teriam recebido o salário e comemoravam com amigos em um bar na rua Lobo D’Almada. Uma mulher comparsa no crime, ainda não identificada, teria percebido, no bar, que os dois homens estavam com grande quantia em dinheiro e comunicou Paulo para roubá-los.

Paulo, segundo o delegado, esperou cerca de uma hora até Silas e Diego saírem do estabelecimento, por volta das 6h, e os abordou em via pública. Na ocasião, o suspeito tentou assaltar as vítimas e, durante confusão, quando acabou esfaqueando Silas.

Em depoimento, o acusado negou o crime e disse que não roubou o dinheiro do bolso da vítima porque teria avistado uma viatura da Polícia Militar. Ao ser preso, a polícia identificou que o mesmo é detento do regime semiaberto do sistema prisional do Amazonas. Ele passará por audiência de custódia ainda hoje.

Publicidade
Publicidade