Publicidade
Manaus Hoje
ZONA LESTE

Dois homens são mortos e uma mulher baleada na cabeça no Banho do Pará

O filho de uma das vítimas, Joelson Souza, 18, disse à polícia que quatro homens, dois em cada moto, chegaram ao banho como clientes e, após 20 minutos, cometeram o crime 24/08/2017 às 18:36 - Atualizado em 24/08/2017 às 18:47
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Raimundo Nonato Oliveira Rocha, o Pará, 61, e o amigo Francisco Lázaro Nobre Cabral, 39, foram executados na tarde desta quinta-feira (24), no Banho do Pará, no ramal do Brasileirinho, Zona  Leste de Manaus. A esposa de Raimundo, Maria Auzenira da Silva Rocha, 58, também foi baleada na cabeça e o estado de saúde é grave.

De acordo com o filho de Raimundo, Joelson Souza, 18, quatro homens, dois em cada moto, chegaram ao banho como clientes e, após 20 minutos, cometeram o crime. "Eu dei uma bola ainda para eles jogarem futebol e saí para ajeitar um som. Quando voltei cruzei com eles fugindo", disse.

Damião Souza, 31,  trabalhava para seu Pará revelou que só não foi morto porque a arma do criminoso não tinha mais munição. “Ouvi os tiros e fui ver, e um cara apontou a arma e disse que ia me matar mas falhou e eu corri”, contou. A família tem duas hipóteses para o crime, uma de que foi engano e outra relacionada a clientes do banho.

Segundo o filho de 18 anos, no último domingo e terça-feira, um casal foi ao banho e reclamou da comida, alegando que estava ruim e que não pagaria. “Não houve discussão, eles foram embora e outro dia voltaram e minha mãe disse que não ia mais cozinhar para eles”, disse. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade
Publicidade