Publicidade
Manaus Hoje
INTERIOR

Dois são presos por morte de guarda civil de Autazes e uma tentativa de homicídio

Os dois envolvidos nos crimes estão sendo trazidos para Manaus. A guarda civil municipal Dayane Percilia Mota de Albuquerque foi assassinada a tiros na noite dessa segunda-feira (10) 11/09/2018 às 17:21 - Atualizado em 12/09/2018 às 07:58
Show autazes daaa23e5 2deb 4a44 830e 17542125c47b
Foto: Divulgação
Rafael Seixas Manaus (AM)

Os dois homens envolvidos na morte da guarda civil municipal Dayane Percilia Mota de Albuquerque e na tentativa de homicídio de um homem no município de Autazes, distante a 113 quilômetros de Manaus, foram presos e estão sendo encaminhados para a capital. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

As prisões foram efetuadas pela equipe de policiais civis, militares e guarda municipal na tarde de hoje. Segundo a SSP-AM, mais detalhes das prisões, assim como os nomes dos criminosos, serão apresentados amanhã em coletiva de imprensa na Delegacia Geral, localizada no Zona Centro-Oeste de Manaus.

Entenda o caso

A guarda civil municipal Dayane Percilia Mota de Albuquerque foi assassinada a tiros na noite dessa segunda-feira (6), no município de Autazes. Ela foi morta por detentos que estavam fugindo da cadeia da cidade. Outra vítima foi atingida na cabeça pelos disparos.

Segundo a Polícia Militar, Dayane estava na sede do Posto de Policiamento Ostensivo (PPO) quando os dois criminosos chegaram atirando. Eles invadiram o local onde as vítimas estavam e os atacaram. Dayane morreu no local e a vítima atingida na cabeça segue internada em estado grave. Segundo a PM, o sobrevivente deve ser transferido para um hospital em Manaus.

O corpo da guarda municipal foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). Após o crime, os detentos continuaram a fuga e até o momento não foram presos. Nada foi levado das vítimas. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

Publicidade
Publicidade