Publicidade
Manaus Hoje
Violência

Dona de casa é morta com 79 facadas pelo ex-companheiro no bairro São Raimundo

Segundo amigos da vítima, a motivação do crime seria porque a dona de casa havia descoberto que o ex era homossexual 27/11/2016 às 13:35
Show 00
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
Dani Brito Manaus (AM)

Na semana em que a campanha '16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres', foi iniciada no Amazonas, mais um crime de femicídio foi registrado em Manaus. A dona de casa Vanderlice Aragão de Araújo, 25, foi morta cruelmente com 79 golpes de faca pelo seu ex-companheiro identificado como Jesse James Souza. O crime ocorreu na casa onde ele morava, na rua Rio Branco, bairro São Raimundo, Zona Oeste da capital.

De acordo com a amiga de Vanderlice, Sônia Santos, por volta das 12h deste sábado (26), Jesse enviou uma mensagem para a vítima chamando para ir ao cartório resolver alguns assuntos. Após o encontro, ele a levou para sua casa e cometeu o crime.  

 "Ela foi com ele porque queria resolver tudo e se livrar dele", disse. Ainda segundo a amiga, há cerca de um mês ele tinha ameaçado Vanderlice de morte.


Apontado como autor do crime

Ainda de acordo com Sônia, após cometer o crime, Jesse ligou para o pai e pediu ajuda para fugir. Depois de ajudar o filho, o pai, o médico Jonas Souza, ligou para a mãe da vítima e a informou da tragédia.

Desde então o ex-companheiro da vítima não foi mais visto. Segundo amigos de Vanderlice, o motivo da separação seria porque a dona de casa tinha descoberto que Jesse era homossexual. O crime está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Dados alarmantes

Informações divulgadas pelo Mapa da Violência de 2015 mostram números alarmantes: o número de homicídios de mulheres no Amazonas teve um aumento de 174,3% entre 2003 e 2013. Estado foi o sexto que mais cresceu em números de homicídios de mulheres no país.

Publicidade
Publicidade