Publicidade
Manaus Hoje
INVESTIGAÇÕES

Dono de bar é preso acusado de contratar policial para assassinar desafeto

Segundo a polícia, Antonio Edcarlos de Oliveira mandou matar rapaz que comerciava drogas no bar dele, em novembro passado 31/07/2017 às 13:05 - Atualizado em 31/07/2017 às 13:56
Show whatsapp image 2017 07 31 at 12.53.29
"Carlão" já é apontado como mandante de outro homicídio (Foto: Jander Robson)
Dani Brito MANAUS

O autônomo Antonio Edcarlos de Oliveira, 43, o "Carlão", foi preso apontado como mandante do homicídio de André da Silva Souza, ocorrido em novembro de 2016, no bar dele, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, para o crime o autônomo teria contratado os serviços do policial militar Francisco Marques Reis, o "Max", que está preso na Comando de Policiamento Metropolitano (CPM).

Conforme o o delegado Torquato Mozer, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Antônio teria se chateado com André por ele estar comercializando drogas no bar dele e por isso teria contratado o policial para matá-lo. Em depoimento, o homem negou as acusações, no entanto, pesa contra ele outro homicídio do qual ele também é acusado de ser o mandante.

"Em 2013 ele já tinha contratado outras pessoas para matarem um homem identificado como Francisco Guedes. O motivo seria o mesmo, ou seja, pela vítima estar comercializando drogas no bar dele. Agora em 2016, ele novamente contratou terceiros para executar uma pessoa com a qual ele tinha desavenças", destacou o delegado.

"Carlão" foi preso em cumprimento a mandado de prisão por homicídio qualificado. Ele deverá ser encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Publicidade
Publicidade