Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020
GATO

Dono de Lan House e Lava Jato é preso por furto de energia no Alvorada

Locais utilizavam ligação clandestina com três fases ligadas direto da rede de baixa tensão para os equipamentos dos locais. Prejuízo chega a R$ 90 mil



WhatsApp_Image_2019-12-19_at_15.30.25_995D0068-8350-49AC-8F7A-2AA491AB3513.jpeg Foto: Divulgação
19/12/2019 às 16:01

A Amazonas Energia realizou, na última quarta-feira (18), uma operação policial junto com a Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), em uma Lan House e Lava Jato, localizados na rua 16, bairro Alvorada, Zona Oeste de Manaus.

Na ocasião constatou-se desvio de energia elétrica por meio de uma ligação clandestina com três fases ligadas direto da rede de baixa tensão da Distribuidora para os equipamentos instalados no local. Durante a abordagem, foram realizados os procedimentos técnicos e o levantamento da carga instalada, mediante a caracterização das irregularidades pela equipe de inspeção técnica e perícia.



O responsável pelo estabelecimento foi preso em flagrante, por crime de furto de energia elétrica e conduzido pelo delegado interino Alfredo Dabella até a delegacia. O imóvel ficou com o fornecimento de energia suspenso com a retirada do Desvio, conforme Resolução ANEEL414/2010. O valor do prejuízo causado a Distribuidora foi calculado em R$ 90.172,38.

A concessionária de energia elétrica orienta que as denúncias de furto de energia podem ser realizadas por meio das centrais de atendimento da Empresa, pelo telefone 0800 701 3001, pelo aplicativo de celular “Amazonas Energia” disponível no Google Play e App Store, pelo canal de denúncias do site no link (clique aqui) ou pelos telefones da DECFS 3622-7837 / 3622-7303.

"Destacamos que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171. Todos pagam a conta do furto de energia praticado em residências, comércios e indústria. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui nos cálculos da tarifa de energia as perdas por irregularidades. Os efeitos das ligações clandestinas são danosos para todos os consumidores, provocando diversas ocorrências de interrupção de energia devido a esta prática ilegal", disse a empresa por meio de nota.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.