Publicidade
Manaus Hoje
violência

Doze dias após apanhar com perna manca, homem morre em hospital de Manaus

Agressão aconteceu em Balbina e marceneiro precisou ser transferido para Manaus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu 04/09/2016 às 09:47
Show whatsapp image 2016 09 04 at 09.30.35
Leilson saiu de casa para 'soltar papagaio', foi para o bar depois e acabou sendo agredido / Foto: Reprodução
Dani Brito Manaus (AM)

O marceneiro Leilson de Oliveira Simões,  de 28 anos, morreu na manhã deste domingo  (4) após passar 12 dias internado em decorrência de um agressão física sofrida no dia 23 de agosto, em Balbina, comunidade que faz parte do município de Presidente Figueiredo.

De acordo a companheira dele, Jessica Silva, Leilson havia saído de casa dizendo que iria brincar de soltar papaguaio e de lá teria ido a um bar. No local ele iniciou uma discussão com dois rapazes. "Eles bateram no meu esposo com uma  perna manca", disse. A vitima ainda chegou a ir para casa, porém durante a madrugada começou a passar mal e foi levado para o hospital de Presidente Figueiredo.

Após os primeiros atendimentos, o marceneiro foi transferido para o Hospital Delfina Aziz, em Manaus, porém não resistiu aos ferimentos e morreu hoje, por volta das 7h30. A autoria do crime está sendo investigada pela Polícia Civil, em Presidente Figueiredo.

Publicidade
Publicidade