MORTE PÓS-EXPEDIENTE

Dupla invade Galeria dos Remédios e executa homem a tiros

Luciano Uchoa da Silva, 29, estava no local, quando foi surpreendido por dois homens armados que abriram fogo contra ele. Uma mulher grávida também foi atingida e levada ao pronto-socorro

Lucas Vasconcelos
26/09/2020 às 13:50.
Atualizado em 09/03/2022 às 19:11

(Foto: Junio Matos)

Um autônomo de 29 anos, identificado como Luciano Uchoa da Silva, foi morto a tiros na tarde dessa sexta-feira (25), na Galeria dos Remédios, próximo a Feira da Manaus Moderna, Centro, Zona Sul de Manaus.

Segundo informações repassadas aos policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atenderam a ocorrência, testemunhas relataram que dois homens invadiram o local e começaram a disparar os tiros contra a vítima, que não resistiu e morreu no local do crime.

Os permissionários que trabalham na Galeria dos Remédios informaram ainda que a vítima trabalhava no centro comercial e que o crime ocorreu após o término do expediente da galeria, por volta das 17h.

Marcas da violência carimbaram portões das lojas locais. Foto: Junio Matos

Segundo o delegado adjunto Charles Araújo, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima estava acompanhada de uma mulher grávida, de identidade preservada, que também foi atingida pelos disparos. O delegado acredita também na possibilidade do crime ter sido uma “execução”.

“A vítima do sexo feminino já foi identificada, porém, não podemos revelar a identificação para não comprometer as investigações. Sobre a motivação: não descartamos, qualquer hipótese, embora no momento se trabalhe com a possibilidade de ‘acerto de contas’ por conta do tráfico de drogas”, relatou o delegado.

Os paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para prestar os primeiros socorros e encaminha-la para unidade hospitalar. Ainda não há informações sobre a identidade e nem o estado de saúde da grávida.

Permissionários tiveram que limpar o local, após atuação da polícia técnico-científica do IML. Foto: Junio Matos

De acordo com Instituto Médico Legal (IML), que realizou a remoção do corpo do comerciante, os tiros perfuraram a região do abdômen de Luciano, causando lesões na caixa torácica e hemorragia aguda. Os supostos autores do crime permanecem foragidos. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por