Publicidade
Manaus Hoje
CRIME

'Eles foram cruéis com a vítima', diz delegado sobre estupro na Zona Oeste de Manaus

Ontem dois homens foram presos suspeitos de estuprar uma mulher de 37 anos, no dia 15 de janeiro, quando ela retornava de uma festa. A vítima era conhecida dos autores 10/05/2017 às 12:33 - Atualizado em 10/05/2017 às 12:36
Show estupro
A vítima era conhecida dos autores (Foto: Jander Robson)
Dani Brito Manaus (AM)

Dois homens foram presos na manhã dessa terça-feira (9) suspeitos de terem estuprado uma mulher de 37 anos. Advan Marinho de Castro , 21, e o "Soldado", e Gabriel Araújo de Souza, 20, foram reconhecidos pela vítima e indiciadas por estupro majorado.

O crime ocorreu no dia 15 de janeiro deste ano. Segundo a polícia, a dupla estava retornando de uma festa, por volta de 5h30. A vítima era conhecida dos autores e também retornava da festa. O crime ocorreu no ramal Eudoxio, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus.

"Eles foram cruéis com a vítima e fizeram coito anal e carnal. Foram colhidos materiais genéticos deixados pelos infratores dentro da mulher é assim que sair o resultado, iremos encaminhar à justiça ", disse o delegado do 20 Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo de Sa.

Em depoimento os autores confessaram o crime. A vítima compareceu na delegacia e os reconheceu. Ela disse em depoimento que após consumarem o estupro, ambos a ameaçam para que ela não fosse a polícia. " a vítima  disse que como eles sabiam que ela tinha um filho pequeno, ameaçavam matar a criança caso ela contasse sobre o fato a polícia", acrescentou Rodrigo.

Após os procedimentos legais, ambos serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisoria Masculino (CDPM).

Segundo a Polícia Civil, o estupro majorado acontece quando é praticado a conjunção carnal e anal contra a mesma vítima (sem o consentimento da mesma). O agravante do concurso de pessoas se dá quando o crime é praticado por dois ou mais indivíduos.

Publicidade
Publicidade