Terça-feira, 22 de Junho de 2021
Confessou o crime

Em acareação, homem confessou que matou venezuelana para roubar

Ele a matou com sete facadas



6d9a7f9d-6d8f-422e-980a-32aef85e7011_CFDF10BE-8D2A-4F35-AC35-8B6C9F4E20C0.jpg Foto: Josemar Antunes
07/11/2020 às 13:10

Elder Figueiredo Ribeiro, 36, conhecido como "Dez Conto", confessou à polícia na manhã deste sábado (7), ser o assassino da venezuelana Franyerlis Pastora Escobar Almão, 25, que ocorreu no dia 1° de novembro deste ano. A vítima foi morta com sete facadas dentro de casa, na rua Juriti, no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

De acordo com a delegada Marília Campello, diretora do Núcleo de Feminicídio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Elder confessou o assassinato com a pretensão de roubar pertences da vítima.



"Em primeiro momento do depoimento, Elder negou o crime. Nesta acareação, ele resolveu confessar o assassinato após entrar na casa da vítima por volta das 5h para subtrair objetos e vender, em troca de ckack, um subproduto da pasta da cocaína, porque ele é viciado. Ele disse que ouviu o barulho do chuveiro, enquanto o marido tomava banho, mas não esperava que a vítima reagisse. Por conta disso, ele desferiu as facadas contra a vítima. Em seguida, Elder saiu em fuga e não retornou mais para o bairro. Após ter imagem divulgada, ele foi convencido pela mãe a se entregar à polícia", contou a delegada Marília Campello.

Durante as investigações, Elder foi identificado pelas câmeras de segurança do local e teve o mandado de prisão solicitado em 07 de novembro deste ano junto à Justiça, assinado pelo juiz Henrique Veiga Lima, da 9ª Vara Criminal.

O marido da vítima, Rodrigo Alfonzo Mendoza Orta, 39, também esteve na especializada para participar da acareação, acompanhado da mãe. Ele estava muito emociado e preferiu não conceder entrevistas.

Conforme informações da polícia, Elder que já possui passagens por roubo e tráfico de drogas, também estava com mandado de prisão aberto. Agora, ele responderá pelo crime de homicídio.

Após os trâmites na DEHS, Elder foi levado para exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e depois encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.