Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
tentativa de feminicídio

Empresário diz que atirou em namorada após ela jogar água quente nele

Jucimar Paixão Leite, 37, alegou ainda que o relacionamento com a jovem, que está internada, era repleto de brigas e agressões



homem_123_FC1587C6-5015-4CE2-B18E-C2579FF832DA.JPG Empresário Jucimar Paixão Leite. Foto: Jair Araújo
28/08/2019 às 14:17

O empresário Jucimar Paixão Leite, 37 anos, se apresentou na manhã desta quarta-feira (28) na sede da Delegacia Especializada em Crimes Contra Mulher (DECCM), que fica no Conjunto Eldorado, bairro Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus. No último sábado, ele atirou no abdômen de sua namorada, Risoneide Pinheiro da Silva, 30 anos, para se defender.

O crime ocorreu no último sábado (24) na residência em que Jucimar e Risoneide moravam na Travessa Itaúba, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste. A jovem passou por procedimento cirúrgico e está internada no Pronto-Socorro Platão Araújo.



Jucimar disse em entrevista na delegacia que eles estavam namorando há 6 meses e há 1 mês moravam juntos. Ele afirmou que a jovem é agressiva, que batia muito no filho, fruto de outro relacionamento dela. Jucimar afirmou não gostar das atitudes e que chegou a defender o menino. Outro comportamento que ele não tolerava seriam os ciúmes.

De acordo com Jucimar, no dia 5 de agosto deste ano, houve uma briga por ciúmes. Risoneide teria o ameaçado com uma faca. Jucimar foi a uma delegacia e registrou a ocorrência como ameaça. Eles então se entenderam e marcaram o casamento. Mas por conta das brigas, Jucimar contou a ela que não queria mais casar e isso teria causado revolta por parte da vítima.

No último sábado (24) eles discutiram e Risoneide jogou água quente no corpo dele. Na delegacia, ele mostrou parte do tórax queimado. Jucimar então disse ter ido até o carro, pegado uma arma e atirado contra o abdômen de Risoneide. O suspeito disse que só efetuou o disparo porque a jovem estava com uma faca o ameaçando. Ela foi socorrida, encaminhada para o Pronto-Socorro Platão Araújo, passou por cirurgia e ainda está internada. De acordo com informações colhidas na DECCM, o estado de saúde dela é estável.

Outra versão

A delegada Déborah Mafra, titular da DECCM, informou que Risoneide disse em depoimento no hospital que só jogou a água quente em Jucimar para se defender porque ele teria a ameaçado com uma faca. E que na briga do dia 5 de agosto, ele teria machucado a cabeça dela durante a briga.

Como não há ainda um mandado de prisão e como o crime saiu do flagrante, Juciamar só prestou esclarecimentos e foi liberado. A delegada informou que a prisão preventiva do suspeito já foi solicitada, pois foi um crime doloso, intencional, e ele vai responder por tentativa de feminicídio e porte ilegal de arma de fogo.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.