Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Envolvido em morte de sargento da PM em Rio Preto da Eva é preso

Jeferson Pires Gurgel, 33, foi preso após denúncia anônima. Além de Jeferson, Anderson Antônio Miranda também foi apontado pela polícia no envolvimento do crime 08/02/2019 às 16:00 - Atualizado em 08/02/2019 às 16:00
Show caso do pm d6688600 b4ec 49e9 93de d4e7984dcc3e
Foto: Divulgação
Izabel Guedes Manaus (AM)

Jeferson Pires Gurgel, 33, foi preso na manhã desta sexta-feira (08), por envolvimento no latrocínio que vitimou o sargento da reserva Polícia Militar Francisco Feitosa Gomes, 55, no final do mês passado, no município de Rio Preto da Eva, distante 68 quilômetros de Manaus.

Ele foi preso após denúncia anônima informando o paradeiro dele. “Ele já tinha 11 inquéritos por furto, mas essa foi a primeira que teve violência. Ele e o comparsa eram de Manaus e estavam morando lá já com a intenção de cometer assaltos”, informou o delegado Jony Leão, titular da 36° Distrito Integrado de Polícia (DIP), de Rio Preto da Eva.

Além de Jeferson, Anderson Antônio Miranda também foi apontado pela polícia no envolvimento do crime. Ele já tinha sido preso na última terça-feira.

Os dois, segundo o delegado, foram os responsáveis pela morte do sargento. “Os golpes de faca foram praticados pelos dois, quando o policial reagiu. Eles levaram vários pertences que já foram recuperados. A caminhonete tinha sido vendida por R$ 500 e a gente achou ela em Manacapuru”, contou o delegado.

O crime aconteceu no sítio da vítima, localizado no ramal Manápolis, também em Rio Preto da Eva, no dia 31 de janeiro. O corpo do policial foi encontrado três dias depois por familiares.

Publicidade
Publicidade