Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
CRIME

Base Anzol apreende adolescente investigado pelo homicídio de mototaxista, em Tonantins

Crime, ocorrido no mês passado, resultou em protestos e revolta por parte de amigos e familiares da vítima



Capturar.JPG Polícia também investigará os autores do ato de depredação do prédio da unidade policial (Foto: Divulgação / PC-AM)
04/08/2017 às 17:45

A equipe de investigação formada por policiais civis e militares da Base Anzol, comandada pelo delegado titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, município da Região Metropolitana de Manaus distante 68 quilômetros em linha reta da capital, Rodrigo Araújo Torres, apreendeu nesta sexta-feira (4), um adolescente de 17 anos investigado pelo homicídio do mototaxista Jackson Pereira, 31.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na madrugada de domingo, dia 30, por volta das 4h, em Tonantins, município distante 865 quilômetros em linha reta da capital. O fato desencadeou, por parte de um grupo de mototaxistas e familiares da vítima, um ato de protesto que resultou em violência e, consequentemente, na depredação do prédio da 54ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) daquela cidade.



O delegado Rodrigo Torres informou que, no dia do crime, o adolescente e um outro amigo, também, adolescente de 17 anos, estavam ingerindo bebida alcóolica e, no mesmo local, o mototaxista tentou agredir o companheiro do infrator. “Foi quando o adolescente infrator sacou uma faca da cintura e passou a golpear a vítima, que não resistiu e faleceu no local. Os dois fugiram correndo. Um deles foi apreendo e levado para a DIP no dia do fato”, disse.

A autoridade policial explicou que, no mesmo dia do crime, solicitou do juiz de Santo Antônio do Iça, município distante 880 quilômetros em linha reta da capital, Francisco Possidônio, a busca, apreensão e a medida cautelar de internação provisória do adolescente. “O magistrado nos atendeu e, também, que o infrator cumpra a medida em Santo Antônio do Içá para que seja preservada a sua integridade física”, informou.

Rodrigo Torres disse que, depois da apreensão do adolescente, a polícia começa a investigar os autores do ato de depredação do prédio da unidade policial de Tonantins, para que os infratores sejam identificados e representados judicialmente pelo crime de dano ao patrimônio público. “As investigações estão bem adiantadas e já ouvimos diversas pessoas que presenciaram o fato”, adiantou o delegado da Polícia Civil.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.