Publicidade
Manaus Hoje
TRAGÉDIA

Estudante é morto em sua própria festa de aniversário, na Compensa, Zona Oeste

O crime ocorreu na rua Castelo Branco, a poucos metros da residência da vítima. O principal suspeito é um homem identificado apenas como “Ivon” 03/04/2016 às 21:20 - Atualizado em 03/04/2016 às 21:25
Show capturar
A vítima, o estudante Geovane Passos Paulino, 22, fazia uso de drogas, segundo sua irmã (Foto: Reprodução).
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Mais um homicídio em Manaus é resultado do envolvimento no tráfico de drogas. Neste sábado (3), por volta das 8h30, o estudante Geovane Passos Paulino, 22, foi assassinado por espancamento no bairro da Compensa, Zona Oeste da cidade.

O crime ocorreu na rua Castelo Branco, a poucos metros de sua residência, localizada na segunda etapa do bairro. O principal suspeito é um homem identificado apenas como “Ivon”, que foi contido minutos depois por familiares e amigos da vítima.

Em seguida, uma viatura da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) chegou e efetuou a prisão do suspeito. O homem foi encaminhado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado por homicídio qualificado.

A irmã da vítima, que preferiu não revelar o nome, informou que Geovane estava com Ivon e outro homem, não identificado, bebendo cerveja. Eles comemoravam o aniversário da vítima, que ocorreu no dia anterior.

Em seguida houve uma discussão entre Ivon e a vítima. Uma amiga informou que Geovane havia pedido uma porção de droga de Ivon e que o mesmo não queria dar a ele. Por conta disso, houve uma discussão e o suspeito do crime teria ido até sua residência e se armado com uma garrafa.

“Ele (suspeito) tentou agredir o Geovane com a garrafa, mas não conseguiu, mas na briga ele bateu várias vezes a cabeça do Geovane no chão”, explicou uma amiga, de 22 anos, que preferiu manter o nome em sigilo.

A irmã da vítima afirmou ainda que Geovane era usuário de drogas. Ela relatou que o suspeito, depois do crime, ainda ameaçou com uma faca dois de seus irmãos caso eles se aproximassem dele.

Depois de alguns minutos, amigos e familiares conseguiram deter Ivon e entregá-lo para uma guarnição da Polícia Militar. O mesmo estava sob efeito de bebida alcóolica.

O estudante ainda chegou a ser socorrido por populares e a ser encaminhado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do próprio bairro, mas por volta das 10h15 ele não resistiu aos ferimentos graves que recebeu com as pancadas na cabeça.

O suspeito do crime deverá ser encaminhado na manhã deste domingo (4) para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, Centro, onde ficará a disposição da justiça.

Publicidade
Publicidade