Domingo, 27 de Setembro de 2020
HOMICÍDIO

Ex-presidiário é morto a tiros ao sair da própria casa no bairro São Francisco

Elinelson Tavares Valentim, 23, foi atingido por disparos efetuados por um homem desconhecido que fugiu a pé. A vítima é apontada pela polícia de já ter sido preso em um assalto, em 2015



show_show_959333_D7964D16-6AAC-4F1A-BDF3-1D3D60FFB6BA.jpg Foto: Divulgação
23/07/2020 às 15:14

O ex-presidiário Elinelson Tavares Valentim, de 23 anos, foi morto a tiros, na noite dessa quarta-feira (22), ao sair da própria residência localizada no beco Planalto, bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus.

De acordo com informações de uma prima da vítima, prestadas à Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), Elinelson havia terminado de tomar café com a família e saiu de casa. Minutos depois, a familiar relatou ter ouvido barulhos e pensou que pudessem ter sido de fogos de artifício. No entanto, um dos vizinhos a avisou que o parente tinha acabado de ser atingido por um homem desconhecido, que conseguiu fugir a pé.



A vítima é apontada pela polícia como integrante de uma quadrilha que havia assaltado uma farmácia, em 2015. Na ocasião da ação criminosa, Elinelson, acompanhado do industriário Eriney de Freitas Avinte, de 23 anos, e um terceiro que homem que conseguiu fugir, haviam roubado um veículo modelo Celta e, três dias depois, resolveram assaltar uma drogaria da avenida Kako Caminha, no bairro Presidente Vargas.

Durante a investida, o trio conseguiu subtrair a quantia de R$650 e os celulares das vítimas. Após tomar conhecimento de que os criminosos estavam em uma casa de shows na Estrada dos Franceses, bairro Alvorada, a polícia manteve campana ao lado de fora do estabelecimento e, quando os infratores saíram do local, Eriney puxou uma arma de fogo do próprio bolso e apontou em direção aos policiais, que revidaram à ação e o alvejaram.

Ele acabou não resistindo e morreu em uma unidade hospitalar, após ter sido socorrido. Elinelson chegou a ser preso e conduzido ao 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado; o outro comparsa, na ocasião, não foi localizado.

O corpo de Elinelson foi removido para a sede do Instituto Médico Legal (IML), e a DEHS deverá investigar a real motivação para o crime, além da identidade do autor do homicídio.

News fe58c969 f689 427d bdc3 fb9389c2f509 adee0aa5 fa35 42f7 850c 32125f8d473c
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.