Publicidade
Manaus Hoje
FECHADA PELA POLÍCIA

Polícia fecha fábrica de cosméticos clandestina na Zona Leste de Manaus

Tudo era feito sem higienização e os produtos eram vendidos aos domingos na avenida Eduardo Ribeiro, no Centro da capital 23/03/2017 às 15:07 - Atualizado em 23/03/2017 às 17:48
Show unnamed
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um fábrica clandestina de produção de cosméticos foi fechada na manhã desta quinta-feira (23) em Manaus por policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema). O estabelecimento irregular funcionava em uma casa na rua F/Santa Viviane, bairro Coroado 3, Zona Leste da capital.

Segundo informações da Dema, a polícia chegou ao local após denúncia anônima. No local foi constatada a produção irregular de cosméticos como sabonetes, cremes, loções, entre outros. Tudo era feito sem higienização e os produtos eram vendidos aos domingos na feira da avenida Eduardo Ribeiro, no Centro da capital.

Segundo o delegado Samir Freire, titular da Dema, a empresa não possui licença de funcionamento. “Nos dirigimos ao local indicado e constatamos a veracidade das delações. Durante revista encontramos produtos distintos, como creme para as mãos, esfoliantes, creme para o rosto, sabonetes e hidratantes corporais que seriam comercializados em uma feira de artesanato e culinária, pondo em risco a saúde dos consumidores”, disse.

O responsável, cujo nome não foi revelado, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por ausência de licença. Todo o material foi apreendido. O delegado enfatizou, ainda, que o infrator poderá responder a inquérito policial, caso algum dos produtos comercializados tenha causado dano à saúde humana.

Publicidade
Publicidade