Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
estuprador.JPG
publicidade
publicidade

Perigoso

Falso mototaxista é preso ao tentar estuprar adolescente no município de Coari

Em vez de corrida, polícia diz que Valdeney Lopes David Junior, de 29 anos, usava a moto para atacar adolescentes


27/04/2016 às 08:50

O mototaxista Valdeney Lopes David Junior, de 29 anos, foi preso na noite da última segunda-feira (24), em Coari, por tentativa de estupro e sequestro contra uma adolescente de 17 anos. A mesma, na ocasião, estava com a filha de apenas três meses de idade no colo.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Mauro Duarte, a adolescente queria ir até o mercado quando fez parada para o suspeito. Ele então aceitou a corrida e desviou o caminho desejado da vítima e passou a ameaçá-la alegando que se ela não calasse a boca, faria algo pior com a adolescente.

Ao passar em frente à delegacia, Valdeney começou a pilotar a moto com apenas uma das mãos, enquanto a outra mão era utilizada para tocar nas partes íntimas da vítima, o que a fez entrar em estado de choro, pois estava com a filha pequena no colo e não podia fazer nada para se defender.

O delegado ressaltou que em um dos percursos do suspeito, eles passaram por dois mototaxistas, e foi no momento que a jovem fez um sinal de pedido de socorro.

O mototaxistas perseguiram os dois e buzinavam bastante, como sinal para o suspeito parar a motocicleta.

publicidade

Fugindo, ele teve que parar a moto e mandou a vítima descer, ameaçando-a de morte caso ela contasse para alguém.

Já na tarde de terça-feira (27), por volta de 17h, Policiais Militares acompanharam a vítima com intuito de prender o suspeito, já que ela disse que o conhecia de vista.

Ele foi localizado e preso próximo à ponte do bairro do Pêra. Mauro informou à equipe de reportagem que ao ser levado para a delegacia, o suspeito foi interrogado e em todo o momento negava o fato.

Ele declarou em depoimento para o delegado, que apenas conduziu a vítima até o local onde ela queria ir e que discutiu com a mesma, alegando que ela não queria pagar os R$ 3 da corrida, apenas R$ 2, o que não convenceu a Polícia Civil.

O criminoso é reincidente nesse tipo de crime, pois conforme informou o delegado, o mototaxista responde a outro processado por estupro contra uma adolescente de 13 anos, fato ocorrido em janeiro de 2015, em uma construção abandonada, localizada na Rua G, bairro Pêra 2.

publicidade
publicidade
Após denúncia, condenado do regime aberto é preso com pistola na Panair
Enfermeiro que violentou criança em hospital já responde por 3 estupros de vulnerável
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.