Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Falso representante comercial é preso por vender sabão em pó OMO adulterado

Segundo a polícia, ele reservava milhares de embalagens de sabão em pó de uma marca inferior e, em seguida, embalava o sabão mais barato em caixas da marca OMO 05/07/2018 às 12:27 - Atualizado em 10/07/2018 às 14:19
Show sab o em po
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Um homem identificado como Marcos da Silva, de 40 anos, foi preso em Manaus acusado de falsificar embalagens de sabão em pó da marca OMO e revender os produtos adulterados para comerciantes no Centro da capital. Segundo a polícia, ele se passava por representante comercial da marca.

Segundo a polícia, um laboratório para falsificar as embalagens e adulterar o sabão em pó foi encontrado na casa do homem, na travessa Mundurucus, bairro Centro, Zona Sul. Os policiais chegaram até ele após diversas denúncias serem registradas na Delegacia do Consumidor (Decon) nos últimos dois meses.

Marcos foi preso na quarta-feira (4) ao tentar dar golpe em uma nova vítima. Conforme Boletim de Ocorrência, ele venderia uma quantidade de produtos quando foi surpreendido pela equipe de investigação. Após ser questionado sobre o crime, ele levou a polícia até a casa dele. No local, os policiais encontraram um cômodo onde funcionava o laboratório de falsificação.

De acordo com o B.O, Marcos reservava milhares de embalagens de sabão em pó de uma marca inferior e, em seguida, embalava o sabão mais barato em caixas da marca OMO, revendendo o produto falsificado para os comerciantes do Centro. Todo o material foi apreendido pela polícia, mas não há informações sobre o prejuízo causado às vítimas.

O acusado foi preso em flagrante pelos crimes de tentativa de estelionato, receptação e falsificação de produtos e encaminhado à Decon. O delegado Eduardo Paixão disponibilizou os números (92) 99962-2731 e 3214-2264 como canais de disque-denúncia ou a própria sede da delegacia, na rua Lima Bacuri, anexo ao 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

A Unilever, empresa que responde pela marca de sabão em pó, informou que acompanhará as investigações sobre o caso. 

Publicidade
Publicidade