Sábado, 15 de Maio de 2021
Suspeita de feminicídio

Família de diarista assassinada cobra justiça; suspeito é companheiro da vítima

No local do crime, os peritos do Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) identificaram que uma das mãos da vítima foi queimada



179176860_10225982834501980_2700006981825747384_n_3986D367-93C2-423B-9C64-0EC5486662EB.jpg Filho da vítima cobra por justiça pelo assassinato da mãe. Foto: Junio Matos
02/05/2021 às 13:38

A família da diarista Verônica Sena dos Santos, 37, morta a facadas na tarde de ontem, no bairro Morro da Liberdade, zona Sul de Manaus, fez um apelo por justiça às autoridades policiais neste domingo (2).

O principal suspeito conforme a Polícia Civil do Amazonas é o namorado dela, com quem mantinha um relacionamento amoroso há sete anos. Atualmente, o homem encontra-se foragido.

Segundo o pai da vítima, o pedreiro Fernandes Oliveira dos Santos, a relação dos dois era bastante conturbada. O motivo das inúmeras brigas, conforme o familiar, era ciúmes. Ele pede justiça pela morte da filha.

"Durante os anos que ela ficou com ele, era o tempo todo brigas. Ele tinha ciúmes dela. Eu cansei de aconselhar a minha filha, falei que não estava gostando dessa situação e quando foi ontem, ele tirou a vida dela. Eu peço justiça".

Verônica Sena deixou três filhos e um neto, além do pai e dos irmãos. O filho mais velho dela, o operador de caixa Vanderson Matheus Santos, 22, relembra de momentos com a mãe e reforçou o pedido para que as autoridades policiais encontrem o principal suspeito do crime.

"Ela era uma pessoa muito amigável tanto é que todo mundo da vizinhanca está comovido com a perda dela. Tudo para ela era motivo para riso e é essa a lembrança que eu terei dela", destacou.

"Todo mundo reparava que ela era agredida, nós a aconselhávamos, nós já sabíamos que ele tinha esse perfil psicopata. Foi tudo planejado e arquitetado por ele. Nós pedimos justiça. Que não fique impune e que não seja mais uma estatística de feminicidio!".

O corpo da vítima será velado ainda hoje, às 15 horas, em uma igreja adventista localizada rua Leopoldo Neves, bairro Santa Luzia, onde ela morava com a família.

Caso

A diarista Verônica Sena dos Santos, 37, foi morta, no sábado (1°), com 11 golpes de arma branca na rua Henry Levy, antiga princesa Isabel, no bairro Morro da Liberdade, situado na Zona Sul de Manaus.  O suspeito é o namorado dela, segundo delegado da Polícia Civil do Amazonas (PCAM).

No local do crime, os peritos do Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) identificaram que uma das mãos da vítima foi queimada, de acordo com o delegado Daniel Vezzani, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). A especializada segue investigando o caso.



News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.