Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2021
Rebelião

Familiares de detentos se aglomeram em frente ao presídio do Puraquequara

Internos da unidade prisional iniciaram uma rebelião por volta das 6h deste sábado, e mantém sete agentes penitenciários reféns



95606547_10222700667489856_6290673718951673856_o_59E14DB1-1DEE-42B5-93E5-3EA1DD68E51A.jpg Foto: Isabelle Almeida
02/05/2020 às 10:57

Uma rebelião iniciada na manhã deste sábado (2), na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), Zona Leste de Manaus, faz ao menos sete agentes penitenciários de reféns, segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitência (Seap).

A ação dos presos aconteceu por volta de 6h, quando, durante o café da manhã, os agentes de socialização foram coagidos pelos presidiários, que se dirigiram à parte superior externa da unidade, à espera das autoridades.

Os familiares dos presos, ao lado de fora, alegam que eles "não estão matando ninguém, mas apenas reinvindicando direitos". Ainda conforme os parentes, com vários cartazes nas mãos, os "motivos principais são a entrada de medicamentos, água, energia, refeição na hora certa e menos violência física e verbal".



Bombas de efeito moral foram utilizadas pela Polícia Militar para conter os ânimos dos detentos.

Ao todo, a Unidade conta com 1.079 internos detidos, atualmente. A Polícia Militar, a cavalaria e o policiamento Especializado, bem como as autoridades responsáveis pelo presídio estão no local. As famílias aguardam a possível chegada do juiz Luís Carlos Valois, da Vara de Execuções Penais.

News fe58c969 f689 427d bdc3 fb9389c2f509 adee0aa5 fa35 42f7 850c 32125f8d473c
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.