Publicidade
Manaus Hoje
Briga de herança

Feirante é preso em Jutaí após assassinar o padrasto a facadas por briga de herança

A mãe do suspeito morreu há um ano, e desde então ele e a vítima vinham brigando pelos bens. O crime chocou a população de Jutaí 25/01/2017 às 15:32
Show e4de3b37 e444 41e8 967e 16e7baf2f7b2
(Foto: Divulgação)
Kelly Melo Manaus (AM)

O feirante Oséias Correa da Silva, de 33 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (25) no município de Jutaí, no interior do Amazonas, horas depois de assassinar a facadas o padrasto dele, Clarindo Guerreiro, de 59 anos. O crime foi motivado por uma briga por herança.

O delegado do município, Genilson Arruda, explicou que há um ano a mãe do suspeito morreu e, desde então, Oseias vinha brigando com o padrasto para partilhar os bens. Como a divisão da herança não foi feita, o feirante invadiu a casa do padrasto e o atacou com uma facada.

A vítima, que era agricultor e bastante querido na cidade, foi golpeado três vezes, sendo uma no tórax, um na barriga e uma vez nas costas. Uma irmã do suspeito presenciou o crime e informou à policia que Oseias chegou a dizer que “aquilo era porque o padrasto tinha mandado agredi-lo e tinha retirado os direitos dele da herança”.

O agricultor chegou a ser socorrido e levado para o hospital da cidade, mas não resistiu. Tanto a Polícia Militar quanto a Polícia Civil foram acionadas e conseguiram prender o suspeito na frente do hospital. Ele confessou o homicídio. A faca usada para cometer o crime também foi apreendida ainda suja de sangue.

Segundo delegado, o crime chocou a população de Jutaí e um grupo de pessoas se reuniu em frente da delegacia para pedir por justiça. A situação foi contida pelos policiais. Segundo a Arruda, o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio. Ainda segundo a polícia, o suspeito já possuía uma história de violência familiar e é usuário de drogas.

Publicidade
Publicidade