Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
EM COARI

Filho de ex-prefeito de Coari é preso após efetuar disparos de arma de fogo

‘Júnior do Arnaldo’ é filho de Arnaldo Mitouso. Com ele foram encontrados nove estojos de munições e uma pistola calibre 38



Untitled_4EE4D814-D982-4299-A7D6-15DDEB229096.jpg Foto: Divulgação / PM
06/10/2019 às 12:26

Arnaldo Júnior Guimarães Mitouso, filho do ex-prefeito de Coari Arnaldo Mitouso (PMN), foi preso em flagrante por volta de 03h10 deste domingo (6) enquanto realizava disparos de arma de fogo em uma via pública do município, distante 364 quilômetros de Manaus. Policiais encontraram ‘Júnior do Arnaldo’, como é conhecido, com nove estojos de munições e uma pistola calibre 38. Arnaldo Mitouso comandou a cidade no auge da produção de gás natural de Urucu, de 2009 a 2012.

De acordo com policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar de Coari, Arnaldo Júnior foi flagrado com arma em punho na AV. do Contorno, localizada no bairro Santa Helena, na área central da cidade, por volta de 03h10. Com ele, os policiais encontraram a arma de fogo na cintura. 



A abordagem aconteceu durante um patrulhamento de rotina, segundo o sargento Alzenir, quando a equipe formada por três policiais escutou os disparos de arma de fogo. Além da pistola, foram apreendidas sete munições de calibre 38 intactas e dois estojos de munição que já estavam vazios.

O filho do ex-prefeito foi conduzido até a 10ª Delegacia de Polícia Civil em Coari, situada na rua Itapeua, Zona Sul do município, juntamente  com a arma e as munições.  Ele aguarda uma audiência de custódia a ser realizada nesta segunda-feira (7).

Histórico

Em julho de 2018, Arnaldo Júnior Mitouso havia sido baleado com dois tiros, dentro da casa de um familiar, em Coari. Dois homens invadiram o local e efetuaram os disparos à queima-roupa Os tiros acertaram o abdômen e o braço esquerdo. Júnior do Arnoldo também se envolveu em um tiroteio em 2012, com o ex-secretário de obras de Coari, Francisco Pachola de Lima, o 'França'. Na ocasião os dois prestaram esclarecimentos na delegacia e foram liberados.

O pai e ex-prefeito de Coari Arnaldo Mitouso foi vítima de um atentado, em 2011. Na época, quatro suspeitos foram detidos suspeitos do crime. Ele esteve no comando do município de 2009 a 2012, no auge da produção do gás natural de Urucu, pela Petrobras. Mitouso foi preso em 2016, por suspeita de encomendar a morte de um rival político no ano de 1995.

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.