Domingo, 15 de Setembro de 2019
ZONA CENTRO-OESTE

Foragido da Justiça e mulher envolvidos com o tráfico de drogas são presos na Redenção

Após abordar Ederfran de Oliveira Silva, 31, a polícia conseguiu desarticular o laboratório de drogas que ele mantinha na Redenção. No local também foi presa Arlene Silva dos Santos, 31



drogas_123.JPG Foto: Divulgação/PC
12/01/2018 às 16:04

Ederfran de Oliveira Silva, 31, e Arlene Silva dos Santos, 31, foram presos em flagrante por envolvimento com o tráfico de drogas, na noite de quarta-feira (10), por volta das 19h. Após ser preso, Ederfran disse a policiais a localização de um laboratório de drogas que mantinha na rua Diogo Nunes de Quesada, no bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

De acordo o titular do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Henrique Brasil, Ederfran foi conduzido ao prédio do 12º DIP após apresentar um documento falso a policiais militares. Na delegacia, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificada a existência, em aberto, de mandado de prisão preventiva por homicídio em nome de Ederfran.

“Constatamos, ainda, que ele responde a quatro processos por tráfico de drogas, um por incêndio criminoso e um por dano qualificado, totalizando sete processos criminais em nome dele. Tínhamos informações sobre o envolvimento de Ederfran com o tráfico de drogas e, em razão disso, abordamos o assunto. Foi quando ele revelou a localização do laboratório de drogas que mantinha, na rua Diogo Nunes de Quesada, bairro Redenção, centro-oeste”, explicou o delegado.

Conforme Henrique Brasil, no endereço fornecido os policiais civis encontraram quatro porções grandes de cafeína granulada, que seriam utilizadas na mistura de droga. Também foi apreendida no local uma balança de precisão. Naquela mesma rua, ao longo das diligências, eles chegaram até Arlene, comparsa de Ederfran na prática ilícita. Com a mulher foram apreendidas duas porções grandes de pasta base de cocaína.

Arlene e Ederfran foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ederfran irá responder, ainda, por uso de documento falso e falsidade ideológica. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, eles foram encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, situado no bairro São Francisco, Zona Sul da capital.

Logo após a Audiência de Custódia, o homem foi levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), em razão do mandado de prisão preventiva por homicídio em nome dele.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.