Publicidade
Manaus Hoje
EXECUTADO

Foragido da prisão é colocado de joelhos e executado com 14 tiros em Manaus

Ele estava foragido do sistema prisional desde dezembro do ano passado, quanto recebeu o benefício de saída temporária de Natal e não retornou à prisão 18/02/2018 às 17:59 - Atualizado em 18/02/2018 às 18:00
Show 99
Conceição Melquíades Manaus (AM)

O presidiário Rossini da Silva Roberto, de 27 anos, foi executado com 14 tiros de revólver na noite de ontem, sábado (17), por volta das 21h30, na rua Oitis, bairro Distrito Industrial, Zona Leste de Manaus. Ele estava foragido do sistema prisional desde dezembro do ano passado, quanto recebeu o benefício de saída temporária de Natal e não retornou à prisão.

De acordo com a Polícia Civil, quatro homens ainda não identificados chegaram ao local em um veículo Siena, de placas não informadas, com a vítima no banco traseiro. Eles desceram do automóvel com o ex-presidiário, obrigaram Rossini se ajoelhar e o alvejaram várias vezes. Conforme os peritos do Instituto Médico Legal (IML), o homem foi atingido na cabeça e no tórax com 14 perfurações de arma de fogo.

De acordo com a Polícia Civil, Rossini deveria retornar ao presídio após a confraternização de Natal, mas isso não aconteceu. Ele respondia por tráfico de drogas e era considerado um dos líderes da venda de entorpecentes no bairro Armando Mendes, onde morava. A suspeita é que o crime tenha sido motivado por dívidas de tráfico.

O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo de Rossini. O caso deverá ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito de matar o presidiário havia sido identificado.

Publicidade
Publicidade