Publicidade
Manaus Hoje
NA ZONA CENTRO-SUL

Guardador de carros tenta evitar assalto e é baleado na Constantino Nery

Dupla armada tentou roubar moto e acabou levando carro de universitário em assalto na noite desta quarta-feira (5) 05/07/2017 às 22:06 - Atualizado em 06/07/2017 às 07:52
Show homem ferido033
Um homem ficou ferido. Foto: Vinicius Leal
Vinicius Leal Manaus

Dois homens armados atiraram em um guardador de carros e roubaram um veículo na noite desta quarta-feira (5), em Manaus, por volta das 21h10, na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul da capital. Primeiro, a dupla tentou roubar uma motocicleta e atirou contra um homem que reagiu ao assalto. Depois, mais a frente, eles conseguiram roubar um veículo de um universitário que saía da aula.

"Tentaram roubar a moto de um rapaz aqui e o cara que está baleado no chão tentou ajudar. Só que quando ele foi ajudar, acabaram acertando na perna dele. Ele foi ajudar e acabou levando um tiro na perna", explicou o estudante César Samuel Gama, de 19 anos. "Depois disso, logo aqui mais em cima, na esquina da Cemetro, eles roubaram um carro", disse.

O veículo roubado é um Volkswagem Voyage de cor preta e placas KUA-8862. O responsável pelo veículo, o também universitário Maurício Lima da Cunha, 49, conversou com a reportagem. "Hoje era o final de provas. Todo mundo estava comemorando. Aí nós saímos e eu estava trazendo meus cadernos. Coloquei dentro do porta-malas quando ele veio e colocou a arma na minha cabeça e disse 'me dá a chave do carro'. Eu disse 'está no porta-luvas'".

Segundo Maurício, o veículo roubado não é dele, mas de propriedade da empresa em que ele trabalha. "Não é meu, é da empresa. Depois eles entraram no carro e foram embora no sentido Cidade Nova. Todo mundo que estava aqui na frente saiu correndo, as pessoas desmaiando aqui. Foi o maior vexame", completou.

Policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) compareceram ao local e iniciaram as buscas pelos suspeitos do crime e pelo veículo da vítima. O pedestre baleado na perna estava consciente e não quis se identificar à reportagem. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado a uma unidade hospitalar da cidade.

Publicidade
Publicidade